terça-feira, maio 16, 2017

Asics Golden Run pela primeira vez em Salvador

Eu e Lígia (corredora de BH - top 20 com 1h33)
No dia 14 de maio, pela primeira vez aconteceu em Salvador a meia maratona Asics Golden Run.
Corrida organizadíssima que há muito esperávamos que acontecesse na capital. E que desejamos que permaneça.
Evento maravilhoso, no entanto que não podemos dizer impecável por algumas falhas amadoras que podem ser supridas nas próximas etapas.
Aqui no blog deixarei um breve relato sobre minha experiência com a Asics Golden Run SSA.  Uma contribuição não só para os corredores que pretendam correr futuramente, como sugestões para os próprios organizadores.

No quesito expo:

A Golden manteve a qualidade das demais. No entanto senti falta de mais expositores, como nas demais. Além das degustaçõezinhas que costumava ter. Nem água tinha para os corredores. Os corredores de Salvador pouco participaram das palestras. Aqui, alguns não estão acostumados com este tipo de evento. Por isso só entraram, pegaram o kit e foram embora. Mal aproveitaram os testes de pisada, massagens, dentre outras atrações.
As roupas, acessórios e tênis de corrida não estavam com preços atrativos frente a que costumamos encontrar no outlet Asics da Estrada do Coco. Sendo assim acredito que não tenham vendido o quanto esperado.

Medalha TOP20
No quesito pré-prova:

Acredito que devido ao número reduzido de inscritos, menos de 3mil corredores, os pelotões foram formados sem grandes problemas. Muito bom isso!!! Houve organização nas largadas, que ocorreram no horário previsto.

Percurso:

Gostei do percurso. Diferente do que estamos acostumados correr em Salvador.  Relativamente plano. Mas com algumas rampinhas, pequenas elevações.
Água e isotônico geladinho a cada 3km. Além de géis de hidratação em dois pontos. Música no 12km. Bem como um carro pipa jogando água para refrescar a galera. O que não houve muita necessidade, já que a corrida foi toda debaixo de chuva. Largamos na chuva e chegamos na chuva.
O clima em Salvador neste dia ajudou bastante. Mas para quem pretende vir em outras provas, vale lembrar que o clima é um pouco quente.

Pós-prova:

A chegada em Piatã foi bem bacana. A praça favoreceu aos organizadores que montaram uma estrutura legal. Bem dividida.
O lanche oferecido pós prova foi um pão e duas frutas. Acredito que poucos corredores comeram o pão de hot dog com recheio de queijo ou alguma outra coisa. Não consegui identificar.

Chip e cronometragem:

A falha da organização esteve na escolha do chip.  Feito de papelão. Vários chips ficaram pelo meio do caminho, despedaçaram em meio a chuva. Além disso os resultados saíram errados. Exemplo eu fiz 1h44 e meu resultado saiu 1h41. O de várias amigas também saíram divergentes.

A única certeza que eu tinha era que havia chegado entre as 20 primeiras corredoras amadoras. Mas isso por que o percurso ajudava a ter esta noção, pois dava para ver as corredoras na outra pista, além do que os amigos disseram. Quanto ao tempo tive que ficar com o registrado em meu Garmin mesmo.
Uma pena esta falha.

Algumas das meninas que pegaram medalha TOP20
No mais fiquei muito feliz com a vinda da Asics Golden Run para Salvador. Fiz uma boa corrida, sai leve e fui negativando. Muito satisfeita mesmo com meu resultado, que me rendeu uma TOP 20. Melhor que isso só dois disso.

Desejo muito que a Asics continue fazendo provas em Salvador. Serão muito bem vindos. Afinal somos carentes de provas tão bem organizadas como foi esta.