domingo, outubro 05, 2014

Night Run - Etapa Júpiter Salvador com Recorde Pessoal nos 10km


Véspera de eleição, e embora não tivesse corrida no domingo tínhamos Night Run no sábado. Quem disse que para corredor tem hora?? Se tiver corrida a gente cola, ainda mais com convites especiais e com uma turma boa. Pode ser de manhã, de noite, de tarde....Aquele friozinho na barriga e prazer em correr esta sempre presente. Assim resumiu-se o "DIA" de sábado. Em expectativas para a corrida noturna.

Por ser a noite, aproveitamos para chegar cedo e curtir um pouco mais a estrutura. Bem como encontrar com amigos que só vemos em dias de eventos. A arena estava bem legal, com um jogo de luzes bonito e toda cheia de "fru fru". Astronautas que faziam alusão ao tema da prova - Etapa Júpiter. Coisas que corredores, inciantes, adoram.... ops, mentira. Por que eu também adoro!!! Não minto não... 

A largada estava marcada para 20h. O vento na capital desde a sexta-feira assustava, tendo em vista que as rajadas levaram muitas coisas pela cidade (derrubou o teto de posto no bairro da corrida, a lona do Circo Picolino que é onde fazemos a curva dos 10km e diversos outros...). O vento estava acima de 15km/h e sabíamos que seria uma corrida difícil. 

Eu atualmente... aliás há muitos anos não estipulo tempo de conclusão do percurso. Penso que não faço um treino "digno" de estipular algo. Não treino para performance. Sendo assim a única coisa que cheguei a comentar com amigos é que caso fizesse na margem de 55 minutos ficaria muito feliz, pois seria recorde pessoal do Circuito das Estações Primavera. 

Larguei no pelotão verde. Sai tranquilamente e tentando driblar muita gente. Por vezes, aliás boa parte do 1km tive de fazer um zig zag, para me desviar de pessoas. Gente que as vezes parava para caminhar já nos primeiros metros ou que simplesmente fechava a via conversando com a amiga ou amigo. Pera lá né gente eu também sou adepta de correr com amigos e até incentivar o outro. Mas correr fechando o resto do pessoal é demais. O que mais me incomoda é não desengarrafar ou sair no seu pelotão de tempo. Custa pensar nos demais corredores que querem passagem?? Não é sendo chata....mas é questão de coerência sair no seu pace ideal. Além de não atrapalhar os amigos, não corre o risco de ser machucado por outro. 

Mas chega de sermão...rss! E vamos lá a minha CORRIDA!!!....

Como ia dizendo... sai tranquila sem grandes compromissos. Mas decerto um pouco mais afoita e tentando sair do caixote como diria Henrique. Desviando desta galera dos metros iniciais. 
Logo no 1km me deparo com Edmilson (da foto), corredor "iniciante"  que segue o blog e estava estreando nos 10km. 

Segundo o mesmo, sentiu-se inspirado em correr por minha causa e vendo minhas postagens. Na verdade ele já pedala e me conhece dos pedais, mas seguia o blog há algum tempo. Coloquei o iniciante entre aspas propositadamente, por que em minha concepção ele esta muito além e com o preparo que tem nos pedais vai mais longe do que espera. 

Pois bem, além de dizer que o inspirei, em sua estreia nos 10k , já havia dito que correria de laranja em minha homenagem. Confesso que isso me emociona muito. 

Quando escrevemos um blog, não medimos as consequências do quanto ele pode ser útil para as pessoas. Só com o passar do tempo encontrando um ou outro que nos relata que leu e tentou seguir, que vamos percebendo que isto aqui vai longe... Confesso que isso é cativante e o que me faz ter ainda mais paixão não só pela escrita no blog, como em ser exemplo para que mais pessoas iniciem a prática da atividade física. Seja ela qual for.... Que mesmo que tenhamos uma rotina difícil, nem que seja para ir na academia 30, 40 min e faça aqueles circuitos voando pelo menos nos mexamos. Assim que penso.... pula uma corda, dance, mas faça algo.

Edmilson correu boa parte da prova comigo. Pode se dizer que 85%. Eu tentando bater meu recorde pessoal e ele estrear nos 10km. Por diversos momentos da prova me vi correndo somente com homens. O mais engraçado foi o quanto a gente se incentivava. E mais engraçado foi um dizer: "Bora rapaz, bora rapaz....vai perder para ela??" E eu respondia.... "Bora rapaz, vai perder para uma BALEIA??" rss..... O vento foi forte durante quase toda corrida, mas a parte mais difícil foi o retorno. Eu sabia que estava indo muito bem. Mas tentei ir controlando a passada para aguentar puxar nos km finais. 

No km 9, sabendo que Edmilson podia muito mais. Eu mandei ele seguir e se jogar na prova. Sabia que ele podia...e assim ele se desgrudou de mim. Nos 500m finais eu também ousei e me joguei no sprint, coisa que não costumo fazer.

Ao cruzar a prova eu havia batido 55'52'' e quebrado meu recorde pessoal. Ficando em 3 lugar da minha faixa etária. Estava extasiada com o feito. Felicíssima e pelo olhar de Edmilson via que ele sentia o mesmo. Emocionado por oficialmente ter concluído 10 km. Engraçado que eu lembro como hoje o quanto eu me emocionei quando cruzei meus primeiros 10 km. Era uma emoção sem tamanho, só faltei chorar e parece que escuto até hoje a voz de Samuel dizendo: "vai gatinha, você esta perto". Foi simplesmente  demais, acho que mais emocionante que quando eu cruzei nos 21 km. Quero parabenizar a Edmilson e agradecer pela homenagem. Diversas vezes ele já expressou o quanto ler minhas postagens o incentivou. Eu só tenho a agradecer e fico muito feliz pela leitura. 

Bem recuperada do grito de EU CONSEGUIIIII.... Uffaaaa... Foi ótimo reencontrar com os amigos. Parabéns a todos!!!


Agradeço a Biofenac pelo convite para participar do evento e dizer que é sempre um prazer. #nempenseemparar

@biofenac