quinta-feira, abril 25, 2013

Com que cara eu vou?? Com a de sempre!!!

Diversas vezes  me peguei pensando a respeito de qual cara deve ter um corredor. Ora bolas, ele corre com a cara ou com as pernas??

Podem dizer que  pirei, mas a questão é que sempre que comento - com alguém, seja na faculdade ou em qualquer lugar que corro, vem sempre aquele olhar 43 sob minha pessoa. Sim aquele olhar 43 que o cantor Paulo Ricardo já dizia. Completamente invasivo mesmo!! Acompanhado, a resposta do outro lado é sempre a mesma: "Ah mas você não tem cara de corredora não. Você é normal!". Normal seria por que não sou seca??

Não tenho cara?? ai ai ai....

Tenha me santa paciência. Mas é claro que sou normal!!! Sou tão normal que nada me impede de AMAR a corrida. E se fosse anormal o que me custaria também gostar de correr? Qualquer um pode e deve procurar fazer aquilo que gosta. E como muitos já perceberam, foi neste esporte que me identifiquei e encontrei  prazer em praticar. O verdadeiro prazer de VIVER!! A corrida me faz bem e me faz feliz.

Mas ainda continuando este papo. Para praticar a corrida não é preciso ter a melhor forma física. E sim desejo e dedicação. Ou seja, se você estava correndo dela por que não quer mostrar o seu "corpito" na pista, pode dá a meia volta e retornar. E nem venha dizer que isso é desculpa. Por que definitivamente não é!

Para correr basta dá a cara a tapa e ir para pista. Qualquer um de nos podemos. E acredito que se vocês derem uma olhadinha nas entrevistas passadas, que já realizei aqui no blog, verão que há muitos corredores ditos normais e que por sinal correm muito bem! Tenho diversos amigos que começaram gordinhos e que hoje são bons exemplos na pista!! Uns super velozes que deixa qualquer canela seca para trás; outros super resistentes.

A diferença é simples. Qual tipo de corredor você quer ser. O corredor canela seca que se esforça para ser o primeiro ou o corredor resistente? Ou ainda, aquele que só vai para participar e ganhar brindes... etc e tal. 

Convivo com os mais diversos e acredito que já passei pelas diversas fases. E quem não? Eu já quis ser veloz demais, já quis ser resistente. 

Hoje a única certeza que tenho, é de que quero CORRER PARA SEMPRE. Seja lá como for!

 Eu quero é estar na pista e sentir esta ALEGRIA que a corrida me proporciona.



A cara de corredor para mim é aquela que a gente se depara correndo.

E pronto!!!  Não existe um rótulo para se correr. Não na corrida de rua amadora (que é a que verso em meu blog). Cada um segue o que deseja e da maneira que assim deseja.

Eu corro é com as pernas!


Seja lá qual for sua escolha,  você só precisa dá o primeiro passo... Começar!!!

4 comentários:

Fábio Namiuti disse...

Reflexão interessante, Dart... Na corrida há espaço, guardados os devidos lugares na largada, para todos os shapes. E quem não tem cara e nem formato de corredor realmente surpreende às vezes. O negócio é não dar bola para o estereótipo e menos ainda para os estereotipadores... E curtir aquilo que a gente gosta de fazer.

Bom final de semana e boas corridas!

Fábio
http://fabionamiuti.blogspot.com.br

Márcio disse...

Muito legal esta postagem, pois é algo que passamos realmente...o povo olha para nós dizendo se parecemos ou não com correrdor...rs.

Sucesso ao blog!

Beijos!!!

Douglas Cardoso disse...

Olá Dart. Gostei do post. De fato o que importa é correr e ser feliz. E o estereótipo de que corredor tem que ser super magro não é absoluto. Já vários gordinhos correndo bem mais rápido que magrinhos.

Victor Caetano disse...

Dart, excelente este post. Parabéns. Eu tnho a minha cara ora bolas! rs

Parabéns pelo novo layout ficou muito bom.

Abraços,

Victor Caetano

corridaurbana.com.br