segunda-feira, dezembro 30, 2013

Feliz Ano Novo....

Queridos amigos corredores, desejo a todos um Feliz 2014!!! 
Que ele venha repleto de muita felicidade!!!

Cartão feito em homenagem aos amigos BALEIAS. http://baleias-corridaderua.blogspot.com.br/

sexta-feira, dezembro 20, 2013

Papai Noel a caminho...


Eh amigos corredores é chegado o momento das confraternizações, dos eventos da comilança e em que o Papai Noel desesperado corre para atender a todos. O ano foi muito bom pelo menos comigo. Regado por corridas maravilhosas, por bons encontros, boas amizades. 

Em termos de corridas nós já começamos a pensar e providenciar a listinha do ano seguinte. Como sempre, prometo escolher a dedo os bons eventos e reduzir estes... risos! 

Não poderia é claro deixar de desejar a vocês, que sempre estão comigo e fazem parte da minha vida aquele excelente Natal e um ano próspero cheio de realizações. Também quero desejar que você seja tocado pelo espírito de Natal por todo o ano e que seja cada vez mais uma pessoa de luz. Que leve ao seu próximo mensagem de amor, bem como encha a vida do outro de felicidade. E digo isso em todos os sentidos, até mesmo na caridade. Seja caridoso por todo o ano. Olhe seu próximo, sem precisar mostrar.

Um maravilhoso Natal, cheio de LUZ!!! 
Que o espírito natalino se faça presente em sua vida por todo o ano!!!
 Muitos quilômetros de felicidade em 2014.....

sábado, dezembro 14, 2013

Aventura nas alturas... O regenerativo pós Volta da Pampulha / Pico do Itacolomi - MG


Como já havia comentado no post anterior, após a Volta da Pampulha não retornamos de  imediato para Salvador. Na verdade aproveitamos mais alguns dias em solo mineiro. Ai como eu amo este Estado. Vocês sabem que minha paixão por Minas não é de hoje. Certa vez quase que não voltávamos...rs! Mas quem disse que ficamos por BH?? Na tarde de segunda-feira, em visita a madrinha do meu amor, viajamos em direção a maravilhosa cidade histórica de Ouro Preto. 

Em mente, eu já havia bolado todo um plano estratégico para a terça-feira. Nem prevíamos que mirabolante e cansativo plano eu havia planejado. Nada mais, nada menos que subir o Pico do Itacolomi. O dia já era calculadíssimo em minha agenda, já que o Parque Estadual do Itacolomi não abre as segundas - somente a partir das terças.

Para os que não conhecem e estão se perguntando o que diachos é isso.... Bem, o Pico do Itacolomi é uma formação rochosa que fica localizada na divisa dos municípios de Mariana e Ouro Preto, Minas Gerais. Embora digam que faz parte de Mariana, só dá para enxergar  de lá de Ouro Preto.


Como já é de se esperar. Por aquelas redondezas nada é baixinho.... O Pico fica a 1.700 metros de altitude. E para  se chegar até o mesmo, desde a portaria do Parque é preciso percorrer no mínimo 23km a pé (ida e volta). Então prepara as pernocas que não é mole não... Muitos barrancos, pedras, lama e mato a passar. Fora as ribanceiras, que era medo puro quando batia um vento. 


Como ficamos hospedados defronte a Igreja do Rosário, para chegar até o Parque precisamos pegar uma locomoção. Um micro-ônibus que passou na própria rua, com trajeto HOSPITAL. Este nos deixou em frente a Santa Casa de Misericórdia. 

Estando neste hospital basta olhar a sua frente que já visualizará o Parque. No entanto é preciso atravessar uma BR de grande movimentação. E nesta hora Todo cuidado é pouco!!!! 


Ao adentrar no parque é preciso seguir até uma sala, para cadastramento e pagamento de uma taxa mínima de manutenção de R$3,00. E daí já sabe.... É só iniciar a aventura!!!.... Acredito que este setor de cadastramento deveria prestar mais informações ao visitante e mais, que deveria ter um telefone em caso do visitante se perder. No entanto em momento algum nos deram algum telefone. Apenas no meio do caminho vimos que havia o número 193 da guarda florestal que em caso de incidente poderíamos ligar. Se funciona não sabemos.

Uma boa caminhada, trote, corridinha de leve....bota percurso nisso. Lembram daquela corrida que fiz este ano, Daventura??  Que eu achava ser um desafio. Pois bem, o Pico do Itacolomi nem se compara a esta corridinha. Muito mas muito longo....e quanto mais se sobe, mais difícil fica para respirar. Já que o oxigênio vai sendo reduzido e chega a um ponto em que alguns sentem tontura. Eu fui uma destas. Senti tontura logo no início do percurso.



Acredito que chegamos ao Parque umas 10:40... e quando fomos sair do mesmo este já havia fechado. Era quase 19h. Nisso por todo o caminho fomos fazendo pacto com o querido São Pedro, que graças a Deus nos ouviu. O tempo era daqueles feios de Minas. Em que vem tempestade. Ao mesmo tempo que fazia um solzinho de leve, começava a escurecer e era previsto chuva. Aliás por Ouro Preto chovia desde o fim de semana.  

Toda hora recebíamos mensagem de quem estava a nossa espera em Ouro Preto. Pediam que fossemos rápido pois vinha uma chuva e não conseguiríamos descer por conta da argila que escorrega, além de escurecer. Aumentava é claro o pavor, mas ter chegado até ali e não completar seria frustrante. 

O percurso é todo coberto por verde e por uma beleza incrível. Não muito difícil de percorrer, mas que  em minha opinião necessita de mais sinalizações.... na nossa descida infelizmente pegamos o caminho errado e caminhamos muito até chegar a portaria. Parecia que íamos chegar em Mariana, mas não concluiríamos o percurso. Acredito que percorremos mais que 23km. 

Embora na portaria tenham nos comunicado que existiam vários bebedouros naturais pelo percurso, só nos deparamos com um no 5km. Por sorte eu bebi bastante. Mas "quase morri" sem água até descer novamente para este mesmo ponto. 

Foram mais ou menos 13km andando sem beber água, por que não tínhamos levado garrafinha. E por erro  nosso gravíssimo, que achávamos que faríamos o trajeto em menos de 4 horas ou coisa do tipo quase "morremos de fome". Levamos apenas um pacote de biscoito. Por sorte minha Lucas não curte comer muitos biscoitos de fibra, daí levei vantagem podendo comer mais. Erramos feio. (Atenção!!) E sugiro que quem vá subir ao Pico, leve logo uma cesta básica. rsss!!! Dá fome sim. Demais!!! Nós erramos.... 


Por mais que você diga vou subir correndo, vai ser rápido. Não tem como... A natureza contagia e a gente e nem se  dá conta da hora ao observá-la. Fora que tem partes do percurso que sim é impossível para quem queira passar correndo. Tá para nascer o cara que me diga que passou por certas pedras correndo. Digo que é mentira, pois escorrega. Tem partes do percurso que é necessário além do cuidado, praticamente escalar nas pedras.

Tem momentos que da vontade de parar e dizer chega.... vamos ficar por aqui. Mas depois de caminhar tudo, quem desiste???  Eu e Lucas andamos praticamente o percurso todo sozinhos. Só encontramos em toda a caminhada apenas um casal. Enquanto ainda subíamos, eles já vinham descendo. E custou a chegarmos viu.... Do km 5 e onde começa as plaquinhas da trilha parece que não findam. 

Mas ao chegar ao Pico do Itacolomi.... Ai gente, todo o sofrimento é esquecido. Quanta beleza junta.... Lindo demais o que de lá se pode ver. É quando nos damos conta do quanto precisamos preservar a natureza que ainda é nossa!!! Do que ainda possuímos. Tanta riqueza junto. 

Neste dia o vento estava muito forte e tivemos de ter cuidado ao tirar fotos no Pico. Muito perigoso desequilibrar com a força do vento. Mas foi impossível evitar fotografar. Sujeitei-me ao perigo  e tirei algumas.

No retorno ao passar novamente pela lagoa que fica quase que no meio do percurso foi impossível não tomar um banho. Desde a ida eu vinha desejando, mas não parei por que o corpo ainda estava frio. Lá em cima também estava bem frio, sugiro que levem casaco...

como tivemos de descer rápidos com medo do parque fechar e também de escurecer o corpo esquentou mais. Já a água da lagoa era só gelo. Só eu tomei banho. E daí seguimos a saga da caminhada até achar a portaria....


Como já comentei acima erramos o caminho e por isso andamos um pouco mais. Ao chegar na portaria, o Parque  já havia fechado, mas havia um porteiro que abriu a porta e nos deixou partir. Já pensou, presa naquela maravilha??? rs!!

Chegamos na rua varados de fome, para não cair sujeitei-me a tomar um refrigerante (coisa que não tomo) por conta do alto teor de açúcar e comemos um pãozinho de queijo. Ao chegar em casa é claro aquele café mineiro maravilhoso nos aguardava. Lembranças maravilhosas de Ouro Preto. Ohhh cidade linda....  E a natureza em nossa memória!!!....

quinta-feira, dezembro 05, 2013

Os BALEIAS mais uma vez invadem a Volta da Pampulha - 2013

 

Desanimada, com pouquíssimos treinos e sem longões por conta de estudo.... foi assim que viajei para Belo Horizonte. Havia comentado com Miguel que não estava tão animada para ir. Mas que resgataria esta energia de onde não sei.... E foi no que deu. Não tão diferente, mais uma vez a XV Volta da PAMPULHA foi só SUCESSO e nos encheu de alegria!!! Impossível estar na presença dos BALEIAS e na companhia do meu amor e não dizer esta foi "A CORRIDA"!!!! Acredito que uma das minhas melhores corridas deste ano

Como sempre digo sem sofrimento e na curtição se vai muito longe... 

Volto satisfeitíssima com TUDO e principalmente com minha corrida. Que por incrível que pareça, me sai muito bem. Claro ponderando a falta de treinos acima de 10k. Estava treinando em esteira e "na preguiça" (sou realista) estava ficando apenas nos 5km.

Isso aí explico direitinho depois.... vamos começar do começo??...rssss! 
Saí de Salvador, como disse, um pouco desanimada logo na sexta-feira. Isso por que estava muito preocupada com as coisas que estava deixando por fazer. Engraçado que sem que esperasse enquanto aguardava o voo me deparei com dois BALEIAS (Marcio e Aline - de Macéio) que faziam escala em Salvador e viajariam conosco. Pense que maravilha!!! Esta família é grande demais.

Mas voltando a insatisfação.... assim que pisei em Belo Horizonte passei muito mal. Tive uma enxaqueca daquelas, que me fez vomitar a tarde toda. Embora tivesse  planejado  buscar meu kit logo naquele mesmo dia tive de adiar para o sábado. Assim como não pude ir ao encontro dos BALEIAS a noite. Não consegui nem sair na esquina. Passei muito mal. Achava que nem correr no domingo conseguiria. Devo ter perdido pelo menos 1kg nesta brincadeira. Claro que nos dias seguintes recuperei legal. rs!!! É o que sempre ocorre, enxaqueca basta colocar a bile para fora que tudo se resolve. Dito e feito..... só fui conseguir comer novamente lá para às 22 horas, dormi bem cedo.... mas no dia seguinte acordei 80% melhor.

Sábado logo cedo (isso no horário de funcionamento de BH) Miguelito, Sheyla e Elaine foi nos buscar  para retirada do kit no Carrefour. Por lá encontramos o resto da turma e descemos para uma gravação acordada com a Rede Globo, que seria veiculada na Globo News e Jornal MG TV logo a noite. 

A gravação foi um barato. A nossa equipe como de costume estava linda como sempre... Nesta eu, Miguel e Wu fomos entrevistados. 


Terminada a gravação, eu e Lucas partimos para o Mercado Central com alguns BALEIAS. Já os demais foram  para o barzinho Laranja. Aquele de sempre.... 

Saímos do Mercado Central quando as portas já haviam se fechado....rs!!! Ainda assim a galera não queria arredar o pé. Foi o suficiente para  emendarmos com o Jantar de Massas BALEIAS, onde também assistimos a entrevista concedida a Globo pela manhã. Ficou bem legal embora esperasse que a fala de Wu também saísse!! Esta foi a reportagem http://globotv.globo.com/rede-globo/mgtv-2a-edicao/v/globo-minas-transmite-volta-da-pampulha-neste-domingo/2989955/

Saímos do jantar antes das 22 horas, afinal  a corrida  nos esperava no dia seguinte....


O tão esperado dia  é motivo de muita alegria para todos os BALEIAS. Afinal é uma das corridas em que mais temos BALEIAS juntos. Este ano reduziu um pouco o número devido as corridas internacionais. Mas ainda assim lotamos e fizemos a festa na Pampulha. 

Infelizmente sentimos a falta do Miguel, que precisou se ausentar no dia do evento por necessidades familiares...mas que esteve em nossos corações e pensamentos. Que não deixou de estar conosco mais tarde mesmo com tudo que acontecia naquele momento. Sempre muito atencioso.

Sobre a corrida... ah!!! 


Eu e Cida havíamos combinado de largarmos juntas e de brincar de pega pega. Sério mesmo, Pampulha a gente vai para se divertir. Por isso a ideia era brincar e estar juntas.

Estávamos muito atrás do pórtico na hora da largada. Tão longe que só fomos passar pelo tapete de cronometragem 10 minutos depois. Isso olhando para o outro lado já se formava aquele lindo anel de corredores. Gente demais sô!!! Não tanto quanto Rio, mas muito gente. Difícil ultrapassar de todas; O que infelizmente acabávamos nos esbarrando em um corredor ou outro. Levei várias cotoveladas. Mas nada que tirasse o SORRISO dos lábios. Afinal também estava feliz por meu amor estar ali comigo, mesmo sem treinar nada. E ele é definitivamente SEM TREINAR. Eu pelo menos corria os 5km vez ou outra. Já ele zero km. O que me surpreendeu só em concluir.

Este ano capricharam com o Gatorade de saquinho, acredito que ganhamos um tempinho a menos por conta desta mudança. Já os stafes deste ano, os achei um pouco preguiçosos. Não sei se por que estávamos bem atrás e eles já estavam cansados. Mas nem água nos davam na mão, isso em vários postos. Apenas uma "criticazinha"... 
Mas enfim no resto foi tudo LINDO como sempre....

Mais uma vez os moradores da Pampulha fizeram a festa com suas mangueiras, jogando água na gente. Ahhh!!! se eu morasse na Pampulha. Teria sérias dúvidas, se preferiria correr ou animar esta galera sedenta por quilômetro. 

O Adailton, amigo também de corridas daqui de Salvador, nos serviu de coelho até o km 15 quando começou a sentir câimbras e ficou para trás.  Sorte nossa que foi justamente quando encontramos o Tinil e o mesmo nos acompanhou até a chegada, nos fotografando. O danado nem no pórtico queria passar. 

Imagine?? Mas depois de insistir, ele cruzou conosco. Voltando depois para fotografar os demais BALEIAS. Muito gentil da parte dele. Assumindo o posto do Ênio ( que era nosso fotografo.. aliás ainda é!!! ). Cruzamos o pórtico de mãos dadas, eu, Cida e Tinil. Coisa mais linda!!! Espero que algum fotógrafo tenha nos clicado, embora naquela multidão fosse impossível.  

Finalizamos com um tempo LINDO!!!! Sem sofrimento e maravilhoso para ambas que estavam sem treinar direito, eu e Cidoca. Conclui com 1h 46min 23s , na qual assumi a 74 posição de 302 meninas da minha idade.

Mais do que nunca tenho a convicção de que quando se corre brincando, se corre melhor. Pelo menos comigo é assim....não senti o corpo pesar, cheguei bem e sem cansaço.
Brincadeira de criança é assim!!!


Chegamos tão bem, que na terça-feira eu já estava pronta para mais um treinão. Risos!!! O que não treinei todo este tempo, na terça foi hora de tirar o prejuízo. Percorri 23km. Sendo 11,5km de subida, chegando a 1.700mts de altitude. 

Percurso maravilhoso que percorremos até o Pico do Itacolomi, divisa de Ouro Preto e Mariana. Maravilhoso DEMAIS. Como não havia tirado foto mordendo a medalha na Pampulha, foi lá do Pico que fui morder a minha.

Logo mais também farei uma postagem para que vejam que maravilha. Difícil subida, mas vale muito a pena. É incrível. Mas aviso, só vá se tiver certeza que aguenta subir todo. Pois seria frustração ir até metade e ter de voltar. Lembrando que não tem como ir de carro...pelo menos não até o Pico. Não vi carros. No máximo se é resgatado de lá de helicóptero. Aguardem que postarei sobre esta aventura.

Ainda a tarde, após a Pampulha...seguimos para o Xico da Carne para confraternização e almoço BALEIAS.  Diferente do ano passado, este ano tivemos de deslocar a nossa confraternização para outro local (devido a festa do Cruzeiro que fecharia a Pampulha). Mais uma vez um encontro daqueles... regado com muita alegria e descontração. Alguns já se despedindo e fazendo planos para as próximas corridas. Alguns BALEIAS planejando as viagens nacionais e as internacionais. Enfim... aquela CORRIDA, aquele ENCONTRO, aquela MAGIA de sempre... que nos faz encher o peito e dizer EU SOU BALEIAS!!! 
Eu me orgulho de integrar este grupo. 

Minha turma linda!!!!

domingo, outubro 20, 2013

Por que sábado é dia de Roda Presa....


Após a Meia Farol a Farol, durante a semana mantive os treinos de running e fortalecimento. Já  no sabadão foi dia de retornar ao pedal. Uma vergonha mas pedalando mesmo, só estou vez ou outra aos sábados. É uma pena!! Mas vou melhorar isso....Acredito que só vou correr em evento em dezembro, daí vai dá para manter os pedais de sábado em dia...

Bateu até uma preguiça de levantar, embora nem fosse tão cedo assim. Quando não bate? Mas como mantenho a tática de colocar  o relógio para despertar 10 minutos antes, tenho tempo de refletir e ter um papo com minha preguiça....rs! Depois de 5 minutos de papo com a "preguicinha" com certeza eu mudo de ideia e levanto. Ahhh como adoro dormir!!!!

Sábado o pedal sempre é colada com o grupo Roda Presa, comandado por André Cohen. Adoro descer com eles principalmente pela organização.... Anteriormente o pedal era da Pituba a Praia de Ipitanga, hoje já aumentamos para Buraquinho e  agora já concluímos com  um pedal de 53,34km. Aguardo pelo dia que será até a Praia do Forte, com certeza espero estar apta para tal. É um desejo, já que todas as vezes que foram, eu não pude participar. Dois pedais que tenho vontade de fazer é o dos três ou quatro faróis e até a Praia do Forte.


Este fim de semana na ida o vento contra estava muito forte e atrapalhou um pouquinho. No entanto contribuiu demais no nosso retorno de Buraquinho. Infelizmente no início só eramos 3 mulheres, mas da metade para cá ficou apenas eu de moça. As outras duas nos largaram no meio do percurso e  fiquei sozinha com a tropa de homens. Virei a mascote! rs!!Nada demais, afinal é sempre um prazer pedalar com todos eles e aprendo demais. Com a presença do Mestre, aí sim é mais aprendizado. Muito bacana!!

Em meu cateye sem contar a chegada até em casa registrou 53,34km com velocidade média de 18,5km e máxima de 34,6km. Pedalamos alguns trechos pela ciclovia, por isso como nem toda população de Salvador respeita temos de ficar gritando ou reduzindo para que os pedestres saiam do meio da pista. Assim como que deixem de fazer a ciclovia de estacionamento de carros. É triste, mas esta ainda é nossa realidade. De total desrespeito quanto aos espaços de lazer. Mas creio eu que aos poucos estamos mudando. Aos poucos estão criando espaços novos de lazer, a exemplo a nova ciclovia na Boca do Rio bem como a ciclofaixa na Av Sete.

Aos poucos vamos conquistando novos espaços!

segunda-feira, outubro 14, 2013

Meia Maratona Farol a Farol / 2013.... Feliz demais por ter o BALEAL bem representado

Por Sandrinha Midlej

Tá bom, fazemos um acordo? Eu choro no início da postagem e deixo a sobremesa para o final. Complemento com a cereja do fim de semana lindo que tive, ao lado de amigos maravilhosos. 

Fechado assim....?? Para mim tudo bem. Afinal tô um pouco triste e preciso desabafar. rs!

Choramingo para dizer que fiquei "muitinho" triste com meu resultado na Meia Maratona Farol a Farol, apesar de não ser esta parte principal. E sim do quanto for bom ter me dedicado pré-prova. 

Bem, mas fiquei chateada justamente com motivos. Já que havia treinado legal e bonitinho com meu recente instrutor. Quem viu pelos bastidores sabe disso e continua lindo do jeito que planejo para ano que vem (já que neste momento terei de reduzir um pouco em eventos).
Fiquei mais chateada por que não foi dor na perna, coxa, lesão no pé ou coisa do tipo... que me fez paralizar e quebrar no km 14. Mas uma cólica indesejada, sensação de mal estar e "trelê lés" de mulher. Parece que toda vez que vou correr meia parece que este percalço advinha?? #Saco. Como eu já tomo anti histamínico (obrigatoriamente) diariamente, não curto tomar mais remédio para enfrentar corridas. Acho que não é saudável.

Pois bem, ao ver a imagem ao lado dos laps do meu Garmin (basta clicar para ampliar), eu só não me chateio mais por que ainda assim, andando algumas vezes, baixei meu tempo da meia Farol a Farol, do ano passado, em 5 minutos. Claro que o tempo ajudou não tenho dúvidas.

Mas me chateio por ter visto que na do RIO, que nem treinei, fiz  melhor em 2h03 e a de hoje que me dediquei mais, tive este desconforto que não previa e só faltei tirar toda a roupa para concluir em 2h08; Aff eu brigava comigo mesmo. Por que a cabeça mandava seguir, mas o desconforto dos seios até o abdômen eram maiores. Eu relutava mas nada. Enfim conclusa minha oitava meia!!! e o melhor de tudo que cheguei inteira e em plena segunda-feira (ainda com cólica) eu digo e ai bora correr outra? risos!!! Vai entender cabeça de corredor.

Ou seja às vezes se dedicar tanto não é tudo... risos!! 

Enfim chororó a parte, preciso agradecer a algumas pessoas pela companhia nesta corrida. Primeiro a Aparecida e Ênio, meus amigos BALEIAS, por mais uma vez virem correr aqui em Salvador, esta cidade linda e terem largado comigo. Ênio infelizmente teve de nos deixar em uma parte, mas com Cida estive junto até quebrar no km 14.

Quero agradecer ao meu amor (Lucas) por ter me acompanhado da Amaralina até a Barra


 e ao Manoel Farias este corredor  da foto abaixo, que até então era conhecido virtualmente


Agradeço ao Manoel Farias por que foi quem me "resgatou" para a corrida quando baixei a cabeça para desistir e caminhar  pela última vez até chegar ao pórtico. Ele foi bem rápido, puxou pelo meu braço. Sabe quando alguém com uma mão envolve toda a circunferência do seu braço? E com voz séria diz: "Epa, aqui não.... Nem pensar! Desistir não. Eu te perguntei ontem via face se você ia correr 21km, justamente para me guiar por você. Te "usar" como "coelho". Como é que agora você vai desistir??? Eu sem palavras e sem saber como responder aquele quase desconhecido, fiquei sem razão.... e o jeito foi seguir a frustrar a meta dele. Obrigada Manoel Farias pela puxada de braço. Corredor que é corredor compreende o outro até na hora que o bicho pega. 

Como diz o Marquinho Ribeiro, corredor nunca desiste do outro. O importante é todos completarmos felizes e cientes de que não cumprimos nossa meta naquele momento. Só que isso não quer dizer que iremos abaixar a cabeça e desistir. Pois desistir é para os fracos e somos verdadeiras fortalezas!
Obrigada também aos meus Amigos de Bike que incentivaram ao longo da orla, Tiu Jaime, Zanine, Carlos, Alexandre, Sergio dentre outros que eu não citei aqui mas que foram essenciais nos incentivos.

Tá faltando Ênio

Mas enfim vamos pular para a parte boa?? Ou querem que eu teça algumas críticas sobre o evento? Por que enquanto alguns elogiam esta minha postura, outros não curtem tanto. Sendo assim vamos equilibrar as partes boas com apenas algumas "criticazinhas".  Bem, este ano a hidratação e medalha melhoraram muito. A camisa "nana ni na não".... deixou a desejar (era praticamente a mesma do ano passado, isso se não foi e só inverteram as cores por percurso). Enorme de novo para as mulheres, o que me faz doar. Sem falar que alguns amigos tiveram de ficar com a camisa de outro percurso, por que faltaram camisas.... piraram com razão! Eu também me chatearia. Pagar caro por uma prova desta e ainda ser desrespeitado na hora da retirada do kit é dose. Meu amigo nem quis mais correr. Mas enfim como não foi comigo fiquei quietinha na minha. Deixa que os "brancos" se entendam.... Até por que depois quem leva a fama é quem fala. 
No mais achei que foi mais organizada que ano passado, até mesmo a parte de pegar as medalhas. Só ainda acho chato o gatorade de copinho (só bebi mesmo por que alguns amigos que não estavam correndo pegaram para mim).

Agora só  a parte boa.... Por que BALEIAS vive do suprassumo.... !!! risos!!!E este quase sempre acompanhado de muitas imagens (outras podem vir a ser acrescentadas)

Mais uma vez alguns BALEIAS compareceram a nossa linda Salvador e outros tantos convidados via face e blog. O nosso " já da casa" Enio  mais uma vez nos deu a honra da sua graça na Meia Farol a Farol. 
Sendo assim na véspera claro que foi dia de rodízio de pizza BALEIAS acompanhado dos amigos  de Aracaju


Pós prova, uma papo gostoso a LA BALEIAS

Comemorações e mais comemorações.... Por que somos BALEIAS e a bagaça só para quando temos de partir para nossas cidades (risos!!!)


Bom demais vivenciar mais este fim de semana ao lado de pessoas que eu gosto demais. Bom demais reencontrar os amigos corredores e compartilhar estes momentos únicos que ficam como histórias a contar. 


Por que cada um de nós levamos muitas histórias a cada corrida. Muitas comédias, deslizes, frustrações e mais ALEGRIA ao fim de cada uma delas. Por termos alcançado a linha de chegada. Por que corrida é isso, é VIVER cada instante. A cada lágrima nos sentirmos mais fortalecidos!!

Parabéns a todos nós, os que concluíram a Meia Farol a Farol bem como que concluíram outros percursos. 
A Fernanda pelos seus primeiros 10k, aos estreantes em meia, como Júlia, Adnil, Valdilene da equipe Alta velocidade. Quesy por ter baixado o tempo, dentre os outros vitoriosos.

Parabéns ainda aos que desistiram, que não se sintam mal por esta decisão; Mas sim fortes por terem reconhecido o seu momento de parar, ou seu limite. Somos guerreiros sempre, a cada passo que damos, independente de paramos. Pois o mais importante é saber que pelo menos tentamos. 

Feliz pela minha oitava Meia maratona, embora não satisfeita com o resultado... feliz por ter terminado bem e pela saúde que tenho. 

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Uma boa semana a todos e até o próximo pedal ou corrida!!! 
Um cheiro!!!... Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

domingo, outubro 06, 2013

A corrida dos amigos no Circuito das Estações Adidas / Primavera - Salvador


A postagem de hoje será um tanto diferenciada, não estranhem. Embora estivesse inscrita na Adidas de primavera, por uma boa causa e ao mesmo tempo triste (por não correr) tive de me ausentar de Salvador neste domingo. 

Felizmente meus "convidados" e amigos (alguns contagiados pelo meu gosto pela corrida) não deixaram a minha ausência os desanimar. E no domingo cedinho lá estavam para mais uma corrida da Adidas. Como não estava presente, pedi que ainda assim eles me relatassem como foi o evento já que sempre gosto de colocar no blog, ainda mais esta que todo ano tento fechar minha mandala (ainda não consegui, mas ainda o farei).

Eram muitos amigos que participariam, até mesmo minha mãe, irmã e tia que adoram esta corrida. Desta vez consegui  incentivar até a colega do trabalho da minha mãe (Adriana), que assim que abriram as inscrições já correu para fazer a sua no site. Os demais alguns já eram conhecidos. Mas desta vez ainda consegui levar o funcionário lá da Faculdade - Genilson. Pense em uma pessoa da galera e gente finíssima é ele. 
Todos adoraram o evento, claro que tiveram algumas ressalvas, sempre se tem a tecer, mas que não tiraram o brilho da participação deles.

              Adriana
Adriana sendo sua primeira corrida ficou extasiada com o evento e relatou que agora sabe do meu "por quê" de gostar tanto de corrida. Ao me encontrar ainda disse que a sua primeira corrida foi algo que a fez se sentir muito bem. "Me senti voando livre feliz! Como foi bom participar, apesar de antes da largada sentir um frio na barriga. Pensei que não iria conseguir concluir o percurso pois não havia treinado muito. Mas foi uma maravilha!!! Deu tudo certo... Que venham as próximas!!"

Minha irmã Patrícia Andrade disse que a corrida Adidas é uma arte a parte. Onde pode unir o esporte e a diversão, superar seus limites e ainda compartilhar desse momento único ao lado dos amigos e familiares. Destacou ainda a beleza da exposição de Frida, que segundo a mesma estava belíssima. 

Alan Ricardo achou muito bem organizada, com tudo que o corredor necessitava disponível - como água, lanche, guarda-volume. Porém ficou triste por ter de largar muito atrás já que não o deixaram entrar no pelotão de elite, sendo que tinha tempo para isto. O fato ocorreu devido ao mesmo estar cadastrado sem o seu tempo real. Daí por que o número de peito saiu como pelotão de outra cor e não o seu. Mas ainda assim no geral afirmou ser uma corrida boa e no qual ainda conseguiu baixar seu tempo, já que a temperatura estava agradável.

Minha mãe parecia ser a mais animada de todos. Não só animada como ainda quis caprichar no visual, brinque com ela!!! Risos..... 

Fiquei um pouquinho triste por não ter ido e sofro ainda mais quando vejo as fotos, mas sei que precisava me ausentar de Salvador. No mais na próxima estarei lá firme e forte e feliz é claro.


Ahhh aproveitando  os amigos que estão em São Paulo e que também AMAM corrida e querem colocar os filhotes no mesmo caminho. Dia 12 de outubro (Dia das Crianças) a Adidas estará promovendo uma corrida infantil. Para os que desconhecem ela é a principal patrocinadora do Mundo Kids. A corrida será destinada a crianças de 2 a 12 anos. E contará com percursos de 50m a 400m, dentro do Centro de Prática Esportivas da USP. Quem tiver interesse pode dá uma olhada neste link  www.diamundokids.com.br 

É isso galerinha... Agora é voltar a rotina. FIM de férias....

quarta-feira, outubro 02, 2013

Manifesto Respeite o Ciclista em Salvador

Imagem de Bruno Rapozo


Ontem a noite estive presente em mais um "pedal da gente". Neste já havíamos combinado, no sábado com Amigos de Bike, que faríamos um pedal em protesto aos 4 atropelamentos ocorridos na semana passada após o Pedal Roda Presa. Em que Mandrake, Antonio, Ary e André ficaram machucados e o motorista fugiu sem prestar socorro.

Sendo assim tudo organizado. Alguns outros grupos também se movimentaram e juntos via redes sociais mobilizamos uma boa quantia de ciclistas.

Na noite de terça às 19:30 eu e Arqt já estávamos nos dirigindo, junto com Renato e Cohen  para o antigo Clube do Bahia afim de nos organizarmos com Amigos de Bike. Da nossa turma uma parte foi vestida de branco em simbologia a PAZ que queremos no trânsito. Dali sairíamos junto com o grupo e nos encontraríamos com diversos outros da cidade.

Para a sociedade que vê de fora, pode até achar que este manifesto é falta do que fazer. 

Mas não se enganem, não trata-se disso e muito mais é uma causa de todos. Trata-se de uma chamada, de uma denúncia pública para o que esta ocorrendo em nossa cidade e em outras pelo Brasil. 


Nosso "barulho", nosso "apitaço" é por que desejamos uma cidade melhor. 

Queremos educação, punição e humanização no trânsito. Menos mortes e brigas por mobilidade urbana. Menos poluição (pense nisso!)

Queremos que nós ciclistas sejamos respeitados. Que possamos circular pela cidade  sem receios de voltar para casa sem um braço.... 

Sabendo que nosso 1,5m de distância será respeitado. E não que continuaremos a ser imprensados por ônibus, carros pequenos e caminhões. Lembre-se sempre em cima de uma bike vai uma vida meu querido!!

Queremos para nós e para todos!! Estamos  defendendo aquele pobre que necessita da bike para ir ao trabalho, ou até mesmo de amigos que tendo condições  e consciência optam por um transporte que agrida menos o ambiente. A opção pela bike pode ser um tanto difícil, mas tenha certeza que sendo ela feita você ganhará e todos nós ganharemos uma cidade melhor.

O momento mais bonito do manifesto foi quando, no Stiep, o chão foi pichado com o nome dos 4 ciclistas que foram atropelados, bem como desenhadas bicicletas. 

Claro que preferíamos não estar prestando esta homenagem. Não por esta causa. 

Mas foi lindo ficarmos emparedados grupos de ciclistas diversos da cidade (Mural de Aventura, Giro, Amigos de Bike dentre outros) de um lado e do outro. O Stiep tomado por em torno de uns 500 ciclistas. Que após a homenagem saíram pela cidade em passeio e manifestação. O Mural de Aventuras fez panfletagens em diversos locais. Saímos do Stiep, passamos em frente ao Shopping Salvador, via principal retornando para o Iguatemi onde subimos o viaduto que fica em frente a Universal....seguimos Lucaia, pegamos Rio Vermelho, Barra e em seguida retornamos Pituba.

Através deste manifesto dá para se ter uma noçao de que juntos somos muito mais fortes e que precisamos ainda mais nos unir para que tenhamos o trânsito que desejamos.


sábado, setembro 28, 2013

O dia de sol foi de pedal.... Dia lindoooo!!!


Confesso, que hoje, quando o despertador tocou bateu uma preguicinha.... Quem nunca sentiu isso?? Também, eu tinha motivos. Havia feito um longão na sexta à tarde.

Forcei a mente e disse: Mas Dart, última semana de férias e você vai abandoná-la assim?? Já aproveitou tão pouco então aproveita este restinho enquanto pode, por que depois com as aulas o couro come. E mais uma vez pegarei 7 disciplinas.  

Na horaaaa dei um pinote da cama e levantei. E não me arrependo...

Cheguei, na orla  na "bucha". Por que sempre passo no Posto para calibrar os pneus. Por sinal também estava ocorrendo uma espécie de encontro de Rali, Rali do Beijo.Vi direito não...mas até ganhei brinde. Além de um presentinho de Marcelo, para minha bike. Ficou linda.

Saímos da Pituba mais uma vez em direção a Praia de Buraquinho. Costeando toda a orla e aproveitando o lindo dia de sol. Bastante quente por sinal. Mas de bike quem reclama.... será? rs!!

Passagem por Villas do Atlântico

Em Buraquinho a velha parada para uma hidratação, para uns feita com suco, guaramix ou até mesmo água ... outros de outra maneira. Sempre regado a muito astral e boa conversa. Turma boa. Muito legal! 

Por sinal, na mesa abaixo planejávamos um protesto pela cidade de Salvador. Já que esta semana 4 ciclistas amigos nossos foram atropelados por um Siena preto. Alguns com ferimentos graves, como um que quebrou 4 costelas, outro a clavícula e sequelas mais leves nos outros dois.

Queremos educação no trânsito e ela só virá através de campanhas educativas promovidas em conjunto, autoridades e sociedade. Para isso queremos chamar atenção das mesmas. Mostrar que não basta implantar e inaugurar bikes em nossa cidade, mas junto a isto promover educação. É preciso lembrar, que numa bike não vai apenas um ciclista, mas uma VIDA. A de um pai, de um filho, a de um amigo... é preciso cuidado.


Hoje tínhamos em torno de uns 25 ciclistas ou mais, eu acho. Não deu para contar. Mas de mulheres apenas 5. Ou seja no pedal o mulherio ainda precisa se aproximar mais.

Enfim dia maravilhoso com o Pedal Roda Presa. Obrigada turma pela companhia.



obs: para visualizar as fotos maiores, basta clicar sobre a mesma.

terça-feira, setembro 24, 2013

Véspera do meu aniversário!!!...


... E eu curtindo a night por aí!! Pedalando com Amigos de Bike. A companhia foi maravilhosa, revi muitos amigos que há tempos não encontrava. 

Percurso de 34.13km em 2h04 de pedal. Saímos da nova praça da Boca do Rio, ali onde havia o Clube do Bahia, direção orla, Pituba, subida da Amaralina, Rio Vermelho, Cardeal da Silva toda, descida antes da Federação (sentido Garibaldi), Canela, Graça - em frente a Perini, descida para o Farol Barra, Shopping Barra,  Ademário de Barros, saída sentido Iguatemi, Parque da Cidade, Pituba (onde subi para minha casa) e por fim chegada.... Acho que deu para entender né??

Enfim 34km.... com excelente companhia. Alguns que estavam no domingo, outros não... Em torno de 170 ciclistas ou mais.


Fui e voltei com Arq, se não fosse ele ter passado em minha casa nada feito. Muito bom!!!
Véspera de aniversário bacana!!

domingo, setembro 22, 2013

Vá de boa, Vá de bike!!! Dia Mundial sem carro!! Inauguração das bikes Itaú em Salvador

Praia de Buraquinho

Meu fim de semana foi regado por muito passeio de bike. Exatamente para compensar os dias em que estava em falta com meus amigos de bike e só correndo.

Já no sábado, peguei rumo ao Pedal Roda Presa. Diferente dos dias normais. Desta vez saímos da Pituba em direção a Praia de Buraquinho.... foi um sábado de sol forte e dia lindo. Totalizamos até o retorno 53,37km.  Muito bacana mesmo. O dia contribuiu bastante!!


Já no domingo a programação era participar do Passeio Ciclístico da Primavera. Não sei qual foi de fato o intuito deste Passeio, mas após algumas andanças no pedal, me desculpem pensar assim, mas me pareceu que ter sido feito como forma de despistar a turma da inauguração das bikes no Campo Grande;
Já que enquanto acontecia o Passeio, o Prefeito Netinho fazia a inauguração lá em cima. Mas críticas a parte, isso não foi não vem ao caso. Já que foi um evento que também favoreceu a integração de ciclistas. E por outro lado também seria impossível  atender a todos naquela tenda pequenininha do Campo Grande.

A manhã em Salvador foi praticamente toda chuvosa. Saímos - eu Jaime, Mira e seu esposo a caminho do Dique do Tororó para o Passeio Ciclístico ainda sob uma leve estiada,

 

A largada do Passeio estava marcada para às 8h, mas largou com um pouco de atrasado, e seguiu de forma bem lenta. Muito lentinho, começamos a perceber que alguns ciclistas haviam saído do pedal. E nesta  eu Emer e João também decidimos (já ali na Centenário) retornar pegar o Canela e subir o viaduto a caminho do Campo Grande para assistir a inauguração da primeira ciclofaixa de Salvador e do Projeto Bike Salvador do Itaú. 

Prefeito Netinho

Ideia sabida a nossa. Chegamos momentos antes que o prefeito Netinho chegou. Ainda debaixo de muita chuva, recebemos a presença do mesmo, que estivera ali para honrar a inauguração das bikes. 

Acompanhado da vice prefeita, ambos pegaram duas bikes, bem como seus companheiros de partido e seguiram pedalando conosco pela ciclofaixa. Nenhuma campanha eleitoral aqui da minha parte!!! Afinal estava como uma mera ciclista. 

A vice quase desistiu no meio do caminho, com aquela chuva.... eu do lado dela, disse: que é isso?? Vamos.


Para o primeiro dia e embora com chuva, a ciclofaixa estava bastante congestionada. Haviam muitos funcionários da Transalvador  sinalizando o projeto e no meio de toda ciclofaixa. 

A mesma só irá funcionar aos domingos, até por que durante a semana é quase impossível, ali na Av. Sete. Como iniciativa já é um grande passo, mas ainda temos um longo caminho a percorrer. Principalmente em questão de educação no trânsito. Precisamos educar, ensinar como se trafega na ciclofaixa, que existe mão dupla. Que na ida vamos pela direita, no retorno pela esquerda. Bem como tratar sobre a importância do uso de capacete e equipamentos de segurança, que por sinal o prefeito Netinho não usava (mas disse que iria providenciar o dele, rsss!).

Logo no retorno ouvi de uma senhora desaforadinha que o capacete não protegia nada. Imagine?? Eu ia passando na boa pelo semáforo e ela pedestre desaforada diz isso. Diz por que nunca viu um amigo se acidentar e apesar de levar pontos na sobrancelha, ter sido protegido pelo capacete. O tombo teria sido ainda pior, caso não. Diz isso quem acha que bike é para desfilar. Bike é um transporte como outro qualquer, e precisa ser levado a sério. Assim como em carros usamos cinto, façamos isso com a bike, utilizemos nossos equipamentos de segurança. Que sejam mínimos e os básicos mas que sejam utilizados.

Embora debaixo de muita chuva, penso que aproveitei muito o dia de hoje - DIA MUNDIAL SEM CARRO!! E que vejo a nossa querida Salvador dá um passo largo. Espero que  a população saiba cuidar bem deste Projeto. Que conservem as bikes!!!

#Vádeboa #vádebike #BikeSalvador

domingo, setembro 15, 2013

Circuito Bradesco Salvador com muita EMOÇÃO!!!


Aproveito a emoção do momento para fazer uma postagem a La Miguelito, cheia de emoção BALEIAS.

Contagiada de emoções dos pés a cabeça como estou desde o período da manhã acho que hoje vai ser difícil desligar. Acordei na maior disposição, e esta disposição estava muito mais voltada a querer passar uma energia positiva ao meu irmão, que enfrentaria um grande desafio às 10 horas da manhã. Um teste de aptidão física para um concurso (bastante almejado), que para o Circuito Bradesco que eu iria correr. 

Tanto foi que esta corrida eu fiz toda em homenagem a ele. E para minha grande felicidade consegui baixar o tempo do ano passado. Mesmo só tendo treinado 3x esta semana (estar parada há quase 1 mês devido aos estudos). Agora de férias da faculdade volto-me os treinos para a meia. Graças a Deus passei nas 7 disciplinas da faculdade e estou super tranquila.

Na corrida de hoje além de baixar o tempo, por 21 segundos não peguei pódio; Mantive-me como a quarta colocada conforme o ano passado. Mas quem se importa com pódio no DIA DE HOJE. Hojeeee!!!....

Quem se importa com pódio quando ao chegar em casa, e aguardar, fica sabendo pelo pai que nosso "menino de ouro" já esta na última etapa da bateria de exames físicos? Quem fica triste quando sabe a luta que foi para este menino de 22 anos, que vive este sonho e desde sempre, mesmo contra todos se dedicou acordando às 4h da manhã para dá conta de 12 disciplinas sozinho? Ainda trabalhando o dia todo, bem como ter de aprender a nadar  agora assim tão recentemente que abriu o concurso. 

O nosso coração e a nossa alegria de hoje não cabia espaço para mais nada, senão para ele. Para este pequeno e grande menino, que estudou sozinho, que virou sapo para aprender a dar saltos, virou peixe para nadar, e até keniano para correr e mais além soube  se manter firme e equilibrado em suas decisões mesmo quando o diminuíam dizendo que ele não possuía técnica nem domínio e seria incapaz de passar no teste físico.

Este grande menino, não só foi monstrinho nos estudos, como nos exercícios. Fazendo na natação além do esperado, quando se devia fazer 41seg, e ele bateu 37 seg. 15 barras quando não seria necessário tudo isso. Bem como por aí em diante.

Só tenho a dizer, toda a minha corrida hoje foi para ele e só dele. Por que por mais que irmão seja tudo igual só a gente conhece que  amor de irmão é tudo igual.

"Quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão?"...



No mais a corrida foi maravilhosa, encontrei pessoas que há tempos não via. Comecei as férias em altíssimo estilo, boas amizades e com um baita almoço dedicado ao meu irmão no Sal e Brasa, muita carne para "dentro" após ser aprovado no teste físico. 

Que Deus ilumine os caminhos dele nas próximas etapas.

Agradeço a companhia de todos neste domingo, este domingo. 
Obrigada Joelma pela companhia na passada. Fiquei feliz demais em rever pessoas que há tempos não revia nas corridas. Bom demais!!! Muito boa esta corrida.


quarta-feira, setembro 04, 2013

Edição limitada do Boost - adidas em parceria com a Stella McCartney



Mocinhas e mocinhos a Adidas não para de produzir coisas legais para corredores. Se empolgaram mesmo com o nosso mundinho delícia das corridas. Ainda bem!! Bom demais, por que saímos ganhamos nisso. 

Olha aí mais uma novidade chegando... Eles acabam de lançar uma edição limitada de tênis com a tecnologia Boost, lembram dele?? (Clica aqui e relembrem.) Estou tendo ótimas experiências com o Boost. Já até subi em pódio com ele em uma prova de 15km.  \o/\o/\o/ Sem falar no design que eu gostei, a costura dele se adapta bem nos pés, parece estar calçado numa meia, este que eu tenho.

Nesta nova edição ele é lançado em parceria com a estilista Stella Mc Cartney. Super demais!! Mas trato logo de avisar aos navegantes: apenas 3.500 estarão a venda nas unidades  (isso no mundo todo, inclusive Brasil). Ou seja é preciso CORRER para adquiri-lo!! No Brasil, estarão disponíveis apenas 100 pares, com venda exclusiva no e-commerce da marca a partir do dia 1º de setembro e nas lojas adidas a partir de 15 de setembro. O preço sugerido é de R$699,90.


Um pouco sobre adidas by Stella McCartney
A colaboração adidas by Stella McCartney começou em 2005 com a coleção Spring/Summer e oferece um conceito único na área de esportes para mulheres. A linha inovadora inclui roupas, calçados e acessórios para a prática de tênis, corrida, ioga, natação, atividades de final de semana e estúdio para as temporadas Primavera/ Verão. Devido ao sucesso da parceria adidas e Stella McCartney, o contrato foi estendido.


Para mais informações visite: www.adidas.com.br, http://news.adidas.com, www.youtube.com/adidas , ou nos acompanhe no www.facebook.com/adidas e www.twitter.com/adidas . 
.