domingo, novembro 18, 2012

Pedal pelas praias...

Eu e Jaime na Sereia de Itapuã

DOMINGÃO, sem corrida, coisa bem esquisita. Acometida por esta falta no meu calendário, apesar de ter acontecido uma corrida hoje em Pituaçu, optei por pedalar. Ontem ainda a noite, enviei sms para um amigo dos pedais (Jaime) e combinei para pedalarmos hoje cedo.

Sai de casa às 7:20, pois havia combinado com o mesmo e com Miranilda na ciclovia da Pituba.Sendo assim demos partida do nosso pedal neste bairro. Encontramos Miranilda no posto BR próximo ao Sertão Bom. Fomos em direção ao Largo das Baianas para fazer o retorno e saímos sentido Itapuã. Como Miranilda não queria estender mais o pedal, além da Sereia de Itapuã eu e o Jaime retornamos com a mesma para o Largo das Baianas, onde tomamos uma água de coco e a  deixamos com seu esposo;

Opa tomamos uma água de coco entre aspas ( eu como sempre, vou de duas) rsss!!! E isso ainda estava com a mochila de hidratação. Mas convenhamos, o sol estava de lascar. Cheguei a ter insolação na parte do pulso, isso de camiseta longa.

Com o intuito de pedalar um pouco mais. Ao nos despedirmos de Mira, eu e Jaime retornamos no  sentido Itapuã... passando pelas varias praias de Salvador. Costa Azul, Corsário, Patamares... e paramos em Piatã para dar um mergulho no mar. Afinal não podíamos deixar de curtir aquele marzão lindo. Fora que de fato eu estou precisando de banho de sal grosso. Literalmente... risos!! (Esta semana retornamos as aulas da universidade, espero entrar com pé direito).

De Piatã retornamos (sim, de novo) para Pituba. Quanto vai e vem.... Maravilhoso!!! Conclui a manhã com 55.19km de pedal. Com velocidade média de 16.5k/h. E máxima de 30.1km/h.

Eu, Jaime e Miranilda

A cada dia  tomo mais gosto pelo pedal. Só tenho pena  por não termos uma ciclovia de verdade em Salvador. E o fato das pessoas,  ainda assim não respeitar este espaço. 

É muita falta de educação. É impossível você conseguir atingir uma velocidade superior pois a todo momento precisa reduzir por alguma interferência no espaço. Sem falar que alguns ciclistas que circulam de forma perigosa, gritando e assustando outros neste mesmo espaço. Ultrapassando de forma errada...enfim. .. Ainda assim estou amando. Acredito que dias melhores virão e ainda teremos uma ciclovia.

3 comentários:

Luiz Souza disse...

Olá Dart.
Tenho percebido essa tendência na galera que gosta de correr, o pedal passa a ser um grande parceiro também.
Parabéns pela atividade e pelas amizades. E que você possa curtir essas pedaladas cada vez com mais intensidade.
Abraços

www.corridasdoluizz.com.br

DricaPeixoto disse...

Super visual!
Aqui no RJ não podemos reclamar das ciclovias, mas do povo ... atravessam sem ao menos olhar para o lado. Faz parte!

Abraços e bons treinos, seja no pedal ou via canela!

Drica e Sergio
http://correndonaviagem.blogspot.com

Helena - Floripa/SC disse...

Dart!!

Adoro pedalar.
Antes de correr nas pistas, a bike sempre foi a minha companheira número 1. Adoro sentir o vento no rosto.
Ainda faço da magrela meu meio de transporte e concordo que muita gente não respeita o ciclista. #fail

beijos e bons treinos pra ti!!

Helena
http://correndodebemcomavida.blogspot.com.br/