segunda-feira, agosto 20, 2012

Amigos de Bike na trilha de Cruz das Almas

By Renato Salles

Domingo (19/08/12) e às 4 horas da matina eu já estava de pé, apesar de ter dormido tão tarde. Confesso que dormir em minha casa dia de sábado é péssimo, tem um barzinho de frente e fica aquele zum zum zum. Mas enfim levantar às 4 horas tinha uma boa causa. Correr??? Não, não. 

Em Cruz das Almas

Desta vez não era para correr, acordamos tão cedo para pegar estrada mesmo. Viajar até Cruz das Almas (à 152km de Salvador) para pedalar numa trilha com os Amigos de Bike. Evento organizado pela Lúcia. Este, foi pedal um pedal comemorativo de aniversário dos Amigos de bike. 

E depois de muita insistência e de até ter conseguido uma bike de MTB emprestada  para meu namorado, consegui colocá-lo no meio dos MTB (afinal a bike dele é de speed). Pois é.... e se saiu muito bem para a primeira vez. Pedalou de sapatilha e tudo.




A saída em comboio, para Cruz das Almas, aconteceu em um posto de gasolina - que fica logo após o Hospital Sarah. Nos dividimos entre diversos carros. Eu na ida fui com o Jaime, sua esposa e uma amiga. Já o Lucas foi com Alexandre e Roque em outro carro. Esta divisão aconteceu muito mais devido a não caber todas as bikes em determinados carros.

Ainda em Salvador

Saímos mais ou menos as 6:30 da capital. Com duas horas de viagem já estávamos em Cruz e fomos muito bem recepcionados por ciclistas da cidade e alguns de Salvador que já estavam lá desde o dia anterior.

A trilha começou mais ou menos às 9:27. O clima estava ótimo, com um sol ameno. Mas sabe como é este sol de interior né?? dá para queimar a pele. 

A trilha embora pensasse que seria maior, foi exatamente de 27km. No entanto marcada por muitas subidas e descidas. Terreno de barro, com lama presente pelo caminho, pedrinhas e até cascalhos que escorregavam nas descidas.Por pouco não cai em uma das descidas. As subidas...hummm, só não subi na primeira, mas algumas foram dureza. Havia vegetação verde,  frutas pelo caminho - jambo, laranja e até bichos, como vaca, bezerros, e bode. 


Fotos mescladas de Carlos Ribeiro, Lucas de Souza, Dart e Renato Salles


Uma boa trilha para quem gosta de natureza. Eu que sempre ia para roça quando morava em Jacobina, me senti em casa e curti bastante relembrando minha cidade. Valeu muito a pena!!! A gente que fica preso na capital, participar destes eventos nos faz muito bem. Voltei outra Dart.

Ops e sem esquecer o destaque do pedal. O grande campeão Alvin, que nos acompanhou por todo percurso, se divertiu para caramba.

By Carlos Ribeiro

Após o pedal ainda seguimos para um restaurante, para confraternizar com todos os ciclistas. Muito bom!!! E claro não podia faltar o lindo bolo do Amigos de bike. 


Aproveito este post para agradecer a todos os Amigos de bike e a Lúcia pela receptividade, de sempre, nos pedais. Ao Jason Dias por ter emprestado sua bike a Lucas, ao Alexandre e ao Jaime pela carona e todos que nos acolheram, principalmente aos moradores de Cruz das Almas. Claro nos demais pedais agradeço também ao Zanine.

Miguel logo mais temos de montar um BALEIAS bikers....rs!! Ohh de bikers já tem eu, Dundes, Ricardo...

sexta-feira, agosto 10, 2012

De bike é bom demais!!!..........

Em um dos pedais de quinta

Como todos já sabem, a compra da bike foi uma das excelentes adesões que fiz este ano. Revezar a prática do ciclismo com a corrida tem me feito muito bem, principalmente ajudando a sair da rotina. Através desta conheci uma turma bem bacana, os Amigos de Bike e que tem motivado ainda mais pedalar, seja nos fins de semana quando marcamos um pedal diferenciado, como nas noites de terça e quinta-feira (quando eu às vezes os acompanho).

Esta terça-feira por exemplo o pedal foi bem bacana, perfizemos um percurso de 37,46km.  Como ainda estou em o meu ciclocomputador, estou protelando mesmo a compra, segue o link e mapa do amigo Zanine. O pedal da outra quinta que fui, foi diferente o percurso, ambos bons. A diferença do de quinta só esta na velocidade, um pouco mais puxado com relação ao de quem participa na terça.



Geralmente na terça-feira reúne-se uma média de 100 ciclistas, já na quinta o grupo é um pouco mais restrito devido a velocidade do pedal ser mais rápido.

 Jardim de Alah

Campo Grande


 Eu já fui nos dois, e gostei de ambos. Logo mais quero participar dos demais que acontecem em Arembepe e outras localidades, a experiência tem sido muito boa e as amizades melhores ainda. Também farei umas viagens....

Agradeço bastante aos que me dão carona quando preciso nos pedais noturnos, a Lúcia, Lourdes, Tiu Jaime, Carlos, Adinaildes, Alain, Helena, Zanine... nossa são tantos que fica difícil falar de todos. Alguns foram fundamentais quando comecei, jamais irei me esquecer. Quando ainda inexperiente alguns me orientavam de como passar a marcha para não deixar tão leve. Ops acho que nem posso me qualificar ainda como a expert, mas confesso que a cada pedal aprendo mais com este povo. Como nesta terça me sai bem nas ladeiras, até mesmo na do Zoológico já estou me sentindo. 




E quero deixar expresso que gosto muito de estar com todos vocês. A solidariedade do grupo é muito grande e tem sido fundamental aos que vão se aprochegando cada vez mais. 

Obrigada turma pela receptividade!!!