sexta-feira, dezembro 31, 2010

Um orgulho na 86ª São Silvestre!!

 Simone Alves - JACOBINENSE

Claro que eu não poderia deixar de fazer o comentário sobre a São Silvestre. Primeiro por que a brasileira vencedora é da minha cidade, de Jacobina. Simone Alves 2ª  colocada e a que melhor disputou contra as quenianas. QUE ORGULHO!!!

PARABÉNS SIMONE ALVES!! Você é uma guerreira!

Segundo lugar, meus elogios ao Marilson. Completou a prova com muita facilidade. Arrasou, perfeito... Nós já esperavamos que ele ganhasse.

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Feliz Ano Novo, que muitas corridas se realizem... No ano que vai nascer!!! Muito sorriso no rosto, saúde para dar e vender!!



Não foi tão difícil inspiração para esta postagem, a ideia de como esta seria surgiu a partir da leitura da revista Contra Relógio do mês de dezembro. Quando a matéria lida nos traz uma restrospectiva do ano de 2010 de alguns atletas, por sinal a do nosso amigo Samuel  , que já comentei em postagens anteriores. Um "tio" maravilhoso, brincadeira Samuel e com todo respeito, que pelo que entendi trocou o futebol pelas corridas por que os outros novinhos já não o queriam no futebol , sendo o mesmo agora  tio e ficando no banco de reserva até que alguém cansasse optou pela troca. Imagine, do futebol para corrida e se tornou um excelente atleta. Mas então vamos a postagem finalística do ano de 2010.

Início por dizer como me inseri no meio "atlético". Isso mesmo, já me considero uma atleta, risos!! Amadora, mas atleta sim! E olha o respeito, que já subi e quase derrubei um pódio em tão pouco tempo. kkkk. Daí vem os palhaçinhos que nem de corrida entendem e perguntam: "Estava correndo com retardatários ou com tartaruga mesmo?". Acredito que uma pergunta destas só poderia vir mesmo da boca de um sedentário ou mesmo de um desprovido de amor ao esporte. Nunca, mas nunca na vida fale uma coisa destas, este tipo de frase só sai mesmo da boca de pessoas invejosas e que não entendem a PAIXÃO que um corredor leva de cada corrida concluída. Mas como não queremos atrair pessoas deste perfil e invejosas, nem perderemos nosso tempo confabulando sobre as mesmas. Já disse, só atrai gente ruim quem quer. Encostou em alguém e viu que a energia é pesada meu irmão, CORRA de "com força mesmo". Pois do nosso lado só encosta quem desejamos e pessoas boas.

E como ia dizendo, antes dos "tartarugas-ninja" cruzarem em nosso caminho... Comecei a correr no ano de 2009, no entanto era apenas corredora de esteira, e fui por mais ou menos 1 ano apesar do meu instrutor de academia reclamar, pois não sei qual a opnião de vocês, mas não me levem a mal, as pessoas que frequentam a academia geralmente querem ficar "gostosas", bundudas, pernudas... e eu sabia que jamais chegaria lá, quem não tem genética não tem e é melhor não forçar a natureza. Então meu intuito na academia era apenas pegar um "minúsculo músculo", daí eu também corria e dizia o instrutor que assim eu perderia tudo, que ia ficar magra e coisas do tipo. Mas não tinha jeito, sempre estava alí. Fiquei por quase um ano nesta vidinha de academia. E sempre achei a academia cara, algumas vale até a pena o que se paga, mas por incrível que pareça a minha eu pagava mas achava tão pobrezinha e não nos atendiam tão bem, queixa de tod@s, você tinha de ir no horário dos melhores instrutores e ainda assim era aquela disputa. 

Daí no início de janeiro de 2010, após me matricular em um curso para concursos, que por sinal também estava salgado optei que pouparia os "enxutos" bolsos do meu pai e que agora para me manter saudável iria correr na rua. Ainda era início de ano e comecei devagar, logo depois viria carnaval e coisa do tipo. Mas estava treinando e bem, tinha semanas que eu treinava todos os dias de segunda a sexta. Daí sabendo que eu estava correndo, um colega me apresentou o site da FBA e junto divulgou a corrida Perfumada que iria acontecer em 7 de março. Ele me incentivou tanto, que mesmo sem saber se concluiria a prova, me inscrevi para tal. Era uma corrida feminina, em homenagem a mulher e contra "violência a mulher".
Inscrevi-me e  junto coloquei minha mãe. Nós duas concluimos a prova, eu em aproximadamente 28' e minha mãe em 34'. Esta corrida me pegou de jeito....

E no mês seguinte já estava correndo a Fila Night, daí em diante foram mais e mais corridas. Frequentava sempre com o Paulo, um colega que conheci no curso anteriormente citado, e que também incentivei a continuar correndo. Fiz de tudo para meu namorado correr, mas até então ainda não havia conquistado o mesmo para o meio.

Foi quando veio a corrida Pague Menos, a tal corrida que foi tão comentada, que tinha gente até se inscrevendo por conta do kit. Mentira minha? Não... E foi nesta que meu amor Lucas começou também a correr.  Desta forma começamos a correr juntos nos eventos, ele muitas vezes de gaiato na pipoca e eu inscrita. Na da Pague Menos com ele inscrito, eu cheguei primeiro que o mesmo...Eta orgulho meu. risos!!

E daí foram mais e mais corridas, fechei assim o ano  de  2010 com 15 eventos oficiais concluídos e com muito orgulho. Quando na verdade minha meta era de 10 eventos.  Já pensando no ano de 2011 tracei metas diferentes, que mais adiante irei justificá-las.

Estabeleço uma lista aqui: (Mas mais adiante irei comentá-las melhor... no ano de 2011)

- Projeto Principal: Correr a MEIA MARATONA das ASICS em Belo Horizonte
- Selecionar melhor os eventos em Salvador - participar de menos eventos (devido aos estudos)
- Esforçar-me para desfazer dos medos ( que passei a ter depois de passar mal correndo)
- Melhorar minha postura, e mais adiante virão mais.

Então é isso galera!!! Feliz Ano Novo e até ano que vem!!! 

Que venha um ANO NOVO de 2011 cheinho de corridas e de muita saúde. Concursos...e demais novidades!

domingo, dezembro 19, 2010

Circuito das Estações Adidas 2010 -Verão SSA em clima de festa!!

Última do ano

É chegado o fim de ano, aproximam-se os festejos, comemorações, votos de felicidade eterna ... 
É mas com isso continuamos a correr e desejamos cada vez mais correr e correr e correr.... Sempre no seu tempo, como já dizia o narrador da corrida de hoje. "Cada um no seu ritmo, não exceda, vá no seu tempo, o importante é concluir sua meta".

Mas eu sabia que hoje não estava correndo conforme minha meta, e sabia ainda que não era o meu tempo e que tava pegando leve demais. Motivo? Sempre o calor... Mas será que tá virando desculpa, ou é calor mesmo?? Pelo menos por baixo da minha blusa era só calor, mas também não pensei em tirá-la...risos!

 Equipe J C CORB (minha equipe) e amigos em festa!!!
Última corrida do ano, pelo menos dentro do meu calendário,  assim como última do Circuito Adidas. Foi uma corrida para de fato fechar com comemorações.  Seguindo o estilo de corrida O2 mesmo ,sem nenhum incremento, aliás retirando né (as revistas que não veem mais nos kits). E a tristeza de não ver meu tempo ser cronometrado pelo chip. Não sei o que houve, mas infelizmente meu resultado não saiu na lista, alguns me disseram que pelo fato de estar cheio, as pessoas que passaram pelo cantinho do tapete não foram acionadas no tapete. Sinceramente não entendo muito, por isso só fico triste mesmo em não saber qual meu tempo, já que bato o cronômetro do meu relógio sempre antes.


Mas esquecendo esta lamentação, vamos falar do dia:

Eu e meu amor!!! mais uma...

Acordei antes do horário, olhei pela janela e o dia prometia um sol bonito. Pensei pelo menos não tá vindo aquela chuva que o Cptec prometia e Lucas (meu amor vai correr, por que se chovesse ele disse que não apareceria), mas de certa forma eu preferia um ventinho e uma chuva. Por que o  calor que fez ninguém merecia, nem minha pele tadinha.

Foi uma corrida em que eu havia me dito desde antes que não iria exceder, pois durante a semana meu nariz não estava legal, sempre entupido. Este período de calor é meu fraco, até praia ando recusando, além de também faltar tempo, mas um dia serei bem resistente no sol, SEREI! Nem que eu tenha que me mudar para o deserto por uns dias. risos!

 Marcos, Lucas, Ivone, Edson, Pat (minha irmã), Lucas (meu namorado), eu e Emerson

O clima da corrida foi ótimo, muitas equipes, muitas assessorias, confraternização nas tendas. Muita festa!!! Teve até premiação para a Equipe de assessoria PISTA LIVRE que inscreveu 300 corredores na corrida Adidas, legal o incentivo do troféu para maior assessoria. Muito legal!!! E bom por que foi uma equipe simples e sem fins lucrativos, achei muito bom apesar de ter comentado que haviam inscrito gente até de fora da academia que eles possuem vínculo. Mas não falei para magoar não, falei brincando gente. Por que sério mesmo??? Antes esta equipe, do que algumas que não admiro e tenho pavor, pois não fazem a corrida por amor, mas por mercadoria...risos!

Troféu de maior assessoria (maior número de corredors inscritos) no Circuito Adidas VERÃO, foi a Equipe PISTA LIVRE

Quanto minha equipe JC CORB, foi show de bola, além de festa. Lorena subiu no podium!!! 

Hoje  antes da corrida, tirei minha pressão, a moça disse que estava altíssima, mas penso eu que aquilo estava errado, por que minha pressão costuma ser baixa até demais. Ela disse tem certeza que vai correr? Melhor não....

Mas o cara já tava dando a largada, 5, 4, 3 , 2 , 1. Pulei da maca, e disse vou correr não moça, JÁ FUI.... Vou buscar minha medalha, que diferente da São Silvestre não entrega antes....risos!!



Saí em disparada que nem vi meu amor me esperando. Pela gretinha que sobrou do pelotão quênia eu fugi, a galera já tava saindo, daí deu para eu me jogar no cantinho da grade e ir de fininho. Achei  a corrida mais cheia e por isso demorei a desviar das pessoas, fui olhando os corredores para ver se avistava Lucas, mas ele já tinha sumido. Logo avistei meu coelho, de treinos e da corrida AVAB, pensei vou colar nele. Bati no ombro e disse e aí Everaldo, bora lá. Mas o mesmo iria correr os 10k, fui com ele até determinado ponto.

 Consegui arrastar até minha irmã para corrida.

Muita gente conhecida, e até que vejo Nayara lá na frente, ia fazer um treino, colou em mim e ainda bem que correu comigo. Ótima companhia e incentivo, bom mesmo tê-la ao lado. Muito tranquila também, eu me poupando e ela dando aquele incentivo, sei que você corre mais Dart, não tá no seu tempo. E eu sabia mesmo que podia mais, tanto que esta foi minha pior corrida do ano, aliás pior até mesmo da minha primeira corrida oficial. Pensem... parece que regredir. Mas não, acho que fiz o certo, sei que sou medrosa e ponho besteiras na cabeça desde  o dia que passei mal correndo, mas antes eu chegar  bem que mal.  Sei que não devo pensar assim, senão não irei progredir mais. Acho que se não tivesse passado mal uma vez gente hoje estaria voando, que meleca, bendito Mp3 que fui colocar no ouvido para correr naquele dia. Mas prometo que ano que vem vou trabalhar meu psicológico no sentido de não criar medo para correr.

Resultado como bati antes meu relógio, conclui a corrida em um tempo mais ou menos de 30'. Infelizmente não saiu o resultado do meu chip. Triste pois acredito, aliás sempre pelo chip desce mais o tempo com relação ao meu relógio. Mas não ficarei triste não. O importante é participar, sei que posso fazer melhor e faço, então não preciso me lamentar.

Concluo o ano com um número de corridas além da conta, como comecei a participar de eventos em março, minha meta era fazer 10 corridas oficiais para rimar com o 2010, no entanto a vontade foi tão grande que acabei fechando o ano com 14 corridas. Muito bom! Minha meta para o ano que vem, será selecionar melhor as corridas, não participar de tantas por conta dos meu outros projetos de vida, mas continuar correndo e ter como principal objetivo fazer uma meia maratona ainda ano que vem, em 2011. Mas logo mais vou escrever melhor sobre isso. Quero desde já agradecer a agência Textual e a POWERADE por me gratificar com a  inscrição da corrida Adidas verão. Presentão de Natal!!

Como não sei se volto a escrever antes do Natal, já quero desejar a todos vocês que me acompanham um excelente Natal, de muita felicidade, muita paz, e que não esqueçam nunca do verdadeiro sentido do Natal. Pois neste período não são só festanças, comilanças, mas sim que devemos reelembrar o que de fato significa esta comemoração. Encher nossos corações para receber  Jesus. O Natal é momento de mudança, de renascimento. Que possamos renascer junto com Cristo neste momento e mudar aquilo que precisamos mudar. Refazer nossas casas, nosso ambiente de trabalho, onde de fato precisamos mexer. Façamos deste momento um momento de reflexão...


Abraços e um Feliz Natal queridos!!!Que o papai Noel traga um saco repleto de felicidades para vocês!!!

sexta-feira, dezembro 17, 2010

No arms, no legs...

Pensei que só voltaria a escrever no domingo, quando irei falar sobre a corrida Adidas. Mas foi impossível não compartilhar com vocês este lindo e emocionante vídeo que tive a oportunidade de ver esta tarde.
Lembrem-se todos vocês são lindos, independente de tudo.
Vejam este vídeo, valerá a pena,  VAI MUDAR sua visão de mundo! Dou minha palavra...




Segue ainda a história deste rapaz. Meu Deus que coisa linda!

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Vou correr na 86º São Silvestre!!!! piada?


Geralmente costumo comentar em meu blog provas que irei participar, no entanto nesta postagem venho como forma de "solidariedade" aos demais corredores, (ou quem sabe futura corredora desta prova) tratar de um assunto que fiquei sabendo hoje a tarde e assim como outros corredores fiquei indignada.

Diz respeito as novas informações fornecidas pela Yescom sobre a 86ª São Silvestre, na qual  uma delas se refere a entrega das medalhas antes mesmo da realização do evento. Nossa gente, para mim isso foi o Ô da corrida. Imagine para as pessoas que se preparam o ano inteiro para correr a São Silvestre, todo aquele entusiasmo e também aquele "encher de boca" em que se diz "vou correr a São Silvestre". Saber agora, após já ter sido realizada a inscrição, e em que no regulamento inicial não dizia tal claúsula, percebam o que havia nas considerações gerais da prova:

a. Todo ATLETA que completar o EVENTO dentro do tempo máximo previsto receberá uma medalha de participação.

Ou seja como o próprio corredor blogueiro Joel  afirma em seu blog poderíamos até mesmo (eu não me incluo por não estar inscrita) recorrer o direito do consumidor. O corredor assina um contrato e ao final mudam as claúsulas. Isso não pode, visto que o corredor já não pode rescindir o contrato.

Ao meu ver torna-se muito desmotivante uma corrida em que a entrega de medalhas se faz antes do evento. Por mais desorganizado e bagunçado que seja pegar as medalhas depois, acho que para quem corre uma São Silvestre vale a pena a "bagunça", pois tudo é festa quando se conclui a corrida. E é a corrida.

MAS AGORA ATÉ EU VOU CORRER A SÃO SILVESTRE!!!

Tô encomendando minha medalha, vou comprar...kkkkkkk!!!!Quem quiser, faço qualquer negócio.Pois agora vou correr a São Silvestre sem me cansar.

Vou relatar uma pequena experiência pela qual passei ainda este fim de semana  e que serve de exemplo, não para pessoas que correm São Silvestre, mas que é um motivante devido a tão deseja medalha. Todos querem a "MEDALHA".

No domingo participei de uma corrida, a Runfest, na qual eu estava numa boa posição  entre as corredoras da categoria geral. Ao cruzar o pórtico, uma amiga da minha equipe me disse "Dart uma corredora cortou o caminho, você é a 5º colocada do geral mas a menina cortou o caminho e passou pelo pórtico antes de você". 

Penso eu o que leva uma pessoa a se enganar?? E ainda voltar ao pórtico como se estivesse sendo honesta? 

Senão a medalha??

Agora imaginem a SÃO SILVESTRE entregando medalhas antes, sem graça, muito sem graça. Não tem o menor sentido. Como se pode ganhar uma medalha de participação sem participar??? Por isso posso dizer que corri a São Silvestre, basta eu comprar meu kit, ou então enviar um corredor em meu lugar!!

Vou estar em SALVADOR e ao mesmo tempo CORRENDO A SÃO SILVESTRE!!!

domingo, dezembro 12, 2010

Runfest mesmo debaixo de chuva!

 Mesmo na chuva a galera marca presença - Emerson, Sônia, Cris, Oliveira, eu e Ivone

Após ter sido gratificada com a inscrição da Runfest na corrida passada, deixei de trabalhar para participar da mesma. Até parece estranho  recusar dinheiro para correr, mas só quem corre entende do que estou falando... É mentira minha? Considerando que este trabalho seria 5 horas em pé.... melhor correr né.

Mas vamos a corrida Runfest...

O dia amanheceu chuvoso em Salvador e eu já sabia que a corrida seria debaixo de chuva. Para falar a verdade adoro correr com chuva, a única coisa ruim é que eu evito acelerar muito com medo de escorregar no asfalto. Já presenciei diversas quedas, o que no asfalto machuca bastante. 

Acordei numa preguiça daquelas, nunca vi coisa igual, até voltei para cama, deitei um pouquinho mas logo em seguida levantei. Já paramentada, o celular começa a tocar. Era Zezé me perguntando se não ía descer,  e que me encontrava no ponto de ônibus. Afinal hoje eu não tinha carona. Depois do incidente no pé de Paulo o mesmo deixaria de correr esta prova e sendo assim além de não ter a companhia do mesmo, também não teria a presença do meu amorzinho Lucas. O mesmo ao contrário de mim iria trabalhar, já que não havia se inscrito para esta corrida e nem tão pouco teve a sorte de ser sorteado, como eu. 

 Um dos meus treinadores, Mário e Zezé

Descemos para Ondina, onde a largada seria contrária aos percursos comuns. Desta vez o percurso seria Ondina, ao Farol da Barra, retornando. Bom para diversificar, mas acho que eu deveria ter poupado mais  no início da corrida, para no retorno, na ladeira, subir com mais gás.  

Em Ondina ainda estava estiado, mas logo veio a chuva e na largada da corrida saímos debaixo de chuva mesmo. Corredor, que é corredor não foge de chuva. Eu por sinal adoro correr na chuva. Mas se tiver escolha, prefiro que chova no final.  

 Esta é a cachorrinha Nina que também correu os 5km com seu dono Alexandre - os dois fizeram em aproximanadamente 25'. Muito boa Nina!!! Teve direito até a entrevista esta coisinha linda.


A largada acredito que foi pontual. Desta vez, ao lado de Zezé tive a coragem de me meter no pelotão, e saí na frente. Pensava eu com meus "coligados" neurônios, aí meu Deus, assim que largarem vão me derrubar. Mas nada disso aconteceu. Algumas pessoas estavam fazendo caminhada, desta forma não corremos tanto este risco. Infelizmente diversas corridas coincidiram neste fim de semana, esvaziando-se assim alguns eventos. Por exemplo teve a Corrida Noturna ontem a noite em Sauípe, e hoje a Corrida Temática do Cacau em Ilhéus e  Triatlon em Salvador. Muita gente saiu de Salvador para correr, principalmente alguns  corredores da minha equipe. Mas alguns da J C CORB mesmo assim apareceram e teve quem fez bonito.


 Oliveira, Sônia, Cris, Eu e Ivone

Este é o primeiro ano de Runfest e em minhas observações, posso estar enganada,  me parece que o evento pode ter tido algum prejuízo por conta do esvaziamento de corredores na capital. Afinal os outros eventos estavam premiando com dinheiro.  Eu esperava mais gente no evento de hoje. Mas foi um evento muito agradável.

No que se refere a CORRIDA, vou deixar minhas impressões como participante. 

Neste quesito deixou a desejar. Achei um pouco desorganizada no percurso. Por ter sido uma corrida validada pela FBA, foi validada através daquele velho uso de senhas. No entanto durante o percurso dos 5km  não nos foi solicitado a senha, o que fez com que pessoas cortassem o caminho e voltassem ao pórtico. Falo isso não por ouvir de ninguém, mas por ver e presenciar. Como diversar vezes eu relato aqui no blog, só comento o que vejo e o que posso atestar que é verdade. Pelo que disseram, eu fui a 5 mulher no geral dos 5km a chegar  ao pórtico. Mas prefiro esperar o resultado, pois uma moça de número reconhecido por mim furou o percurso, e fez menos que a metade do caminho sendo assim chegando na minha frente. 

Olha, eu sou uma boa incentivadora de orredores iniciantes assim como eu, e continuo incentivando muita gente a começar a correr, mas não suporto este tipo de atitude. Caso qualquer pessoa não consiga fazer o caminho todo, volte, mas jamais faça isso de cortar o caminho e passar pelo pórtico como se tivesse correto. ISSO É DESLEAL. É muito feio este tipo de atitude, além de criar uma intriga e caras feias para a pessoa. MUITO FEIO!!! Desaprovo completamente!

 Eu, dançarino do Zumba Fitness e Ivone

Fora estes pequenos percalços, o show do Salsalitro após a corrida foi ótimo!! Adorei  também conhecer o ZUMBA Fitness, por sinal já até busquei vídeos do Zumba e gostaria de saber onde posso os encontrar em Salvador. Apesar de ter tirado foto com o dançarino, esqueci de perguntar o principal, onde posso encontrar o Zumba?? Caso alguém saiba, por favor me comunique. Interessei-me. No finalzinho da postagem vou colocar um vídeo do Zumba Fitness para que conheçam.

 A galera na festa

Bem no mais é isso, minhas sugestões para os promotores da Runfest é que esta corrida seja noturna, é mais a cara da corrida. O show após a corrida sendo a noite seria mais divertido, além de Salvador ter poucas corridas noturnas, apenas a Fila Night que eu conheça. A ideia e promoção da corrida é bem legal. Eu adorei logo quando vi o lançamento, só não havia me inscrito por que havia deixado esta semana como descanso após o Desafio Perini, mas pelo que vocês percebem teve descanso nenhum. Pelo contrário foram quase 3 corridas na semana, domingo uma, quarta outra e neste domingo outra....risos!!

Ah! A outra sugestão foi que tivesse premiação no geral, até o 5º colocado, como nas corridas que tenho visto ultimamente  e que tivesse premiação para faixa etária até 3º colocado, não deixa de ser um incentivo né galera? Por sinal o troféu da Runfest foi um dos mais bonitos que já vi.

No mais é isso galera, minha classificação logo mais coloco. RESULTADO:
5KM em 00:28:02,  5º  lugar do geral - de 61 mulheres  e 1º lugar da faixa etária

Como prometido, o vídeo que mostra o que é o ZUMBA Fitness. Eu quero!!!

quarta-feira, dezembro 08, 2010

I Corrida Rústica de Confraternização da AVAB, com proteção de Nossa Senhora da Conceição!!

 Olha a cara de felicidade!!!Jogando charme em cima do podium...Calma, calma, leiam até o final.

Nossa turma! Esta postagem muito engraçada será! Primeiro preciso conter a emoção e tentar escrever sobre a corrida de hoje. Pensei até se não seria melhor deixar para escrevê-la amanhã, mas que nada vai hoje mesmo com toda emoção.

Então vamos lá!!!

Hoje foi realizada a  I Corrida Rústica de Confraternização da AVAB    , também uma corrida solidária, com um percurso de 6 Km, dentro do Parque Metropolitano de Pituaçu. Durante a semana, aliás segunda e terça eu havia pensado por que ir a esta corrida? Quase ninguém iria, acredito que por ser feriado, mas não só, acho que o povo se acostumou com as corridas glamourosas que vem acontecendo em SSA e por isso não se inscreveu para esta. Não treinei nem na segunda, nem na terça, ainda estava recuperando os 10km do domingo, daí disse, "ah, então se for vou sem compromisso, vou correr como treino", afinal seria sim um belo treino, com mais corredores e sem dúvida também num percurso diferente e dificilzinho.
Estou saturada de correr na Orla, principalmente no Jardim de Alah, de encontrar sempre as mesmas pessoas. Havia até conversado com meu namorado em talvez não irmos, quem sabe!! Na verdade estou sonhando mesmo é em ir a praia, que há mais de  12 meses não vou.

Mas enfim estava inscrita, não seria ideal jogar dinheiro fora. Olha eu vou, viu...

Acordei 5:30, até que com uma certa disposição, mas ainda sem saber se deveria correr, se não... Oh Dart vai!! Alguma coisa dizia, e eu caladinha me direcionei a "roupa", após o banho é claro, meio que automática!! Cafezinho de sempre, depois me dirigindo ao quarto da minha mãe para dizer, tô indo mãe correr em Pituaçu. E lá vem ela, com o ditado de sempre, cuidado, cuidado, vai pra lá, onde só tem estuprador, cuidado tá vendo as coisas na TV não... Gente quem for filho da minha mãe, não corre não. Se quiser correr precisa tapar os ouvidos e eliminar metade das coisas que ela diz. Por que sempre vem o cuidado, cuidado, vai passar mal... Eu já deveria estar acostumada, no entanto ainda escuto e é o que segura minhas pernas na hora de correr, uma espécie de elástico. Eu querendo voar e a coroa segurando minha perna.

Cris, Oliveira e Dart é claro

Assim que cheguei ao parque já me indentifiquei, estava na minha casa. A equipe J.C. CORB quase toda em peso, Cris e Oliveira fominhas de corrida também comparecendo.

Conversa daqui, conversa dali, malhei primeiro a língua, esquecendo do alongamento. Por sinal um também corredor se aproximou e perguntou, seu nome é Dart? Eu disse sim. Era o Andre da Corpus Vitalle que veio me elogiar pelo blog e dizer que era acompanhante assiduo. Sinto-me grata em saber que cada vez mais pessoas estão acessando meu blog. Muito bom, sei que assim as pessoas que também participam de eventos grandes como organizadores podem saber e compartilhar conosco nossas sugestões. O mesmo estava também participando da corrida com sua esposa Angela, acho que é este o nome, professora da Corpus Vitalle, e com um currículo de maratonas imenso. Nossa 24 maratonas não é para muitos. Parabéns, quero um dia chegar próximo de você.

Lucas, Andre, Dart e Angela
 
Conversas demais e começam a apitar, eu estava quase no final... Disseram será dada a largada, acho que no horário marcado. Sai tranquila, tão tranquila que esqueci de apertar o cronômetro, lembrei logo do Samuel que dizia no Desafio PERINI esquece o relógio, esquece o relógio. De fato nesta corrida não tive para onde correr, esqueci o relógio por definitivo. Lucas saiu em disparada e eu estava correndo na minha, mas logo identifiquei o meu coelho de treinos, um senhor da faixa etária dos 65 a 69, era o meu coelho tanto nos treinos, por ser da minha equipe, mas agora ele seria meu coelho nesta corrida. Correndo ao lado dele eu sabia que estava bem, pois ele é demais. Ele estava no fim, mas estavamos correndo acredito que ele também como treino, afinal havia voltado da Pampulha, que foi domingo.

 Este é o meu coelho nos treinos e foi nesta corrida. Este senhor é fera demais.Edvaldo, ficou em 3º nesta corrida! Chegou quase 1 minuto antes de mim.

E quem disse que foi fácil correr atrás dele? Everaldo, apesar da idade é muito bom. Correndo, correndo. Entreguei a minha senha, sempre atrás dele, no entanto esqueci de dar a volta no cone, apesar de ao lado da caixa de senhas, o rapaz gritou "Volte!!!"Volte... eta pensei vou perder meu coelho de vista, e ficar para trás. Tô ... .... opa, nada de palavrões por aqui. Pior comecei a pensar vou voltar junto com o batedor já voltando..Afff!!! Ajude minha santinha!!!Hoje é feriado em Salvador homenagem a Nossa Senhora da Conceiçao!! Vamos fazer bonito corredores...risos!!

 Alguns corredores!!

Eu no meu passo lento, na verdade não tava tão lento assim, mas já tinha passado por muitos corredores, voltando, sempre cumprimentando e dando força, "Vai lá, é um dos primeiros!!!", ainda que não fosse. Para mim correr no Parque de Pituaçu é meio abafado, ainda mais eu que sou uma corredora espaçosa, e "calorenta". Minha respiração estava errada, muito forte, mas a todo momento nesta corrida me lembrava das dicas de Samuel, nem todas pude colocar em prática, mas ajudaram. De repente dou aquela caminhadazinha, opa, só enquanto estava invísivel devido a curva, risos! Avisto meu professor, quase me pegou no flagra, mas continuo correndo e eís que chego ao pórtico, sem nem saber qual havia sido meu tempo.

Esta foi uma corrida baratinha, aliás preço justo R$15, claro que sem toda aquela organização das demais glamourosas. Mas afinal o que queremos não é CORRER? Não foi alcançado o objetivo? Corrida sem chip mas tudo bem. Mas muito legal! Diverti-me muito. Foi um ótimo feriado e ao lado de corredores legais!

Mas Salve, salve Nossa Senhora da Conceição e este foi o dia que Dartily subiu ao PODIUM, opa Lucas e Cris também. E nem venham dizer que foi por que não tinha gente. Não foram por que não quiseram agora nos deixem curtir nosso PODIUM em PAZ. kkkkkk.....Inveja e olho gordo chega pra lá que eu não quero não!!!
Andre veio me dizer, Dart você ficou em 1º lugar, primeiro o chamei de mentiroso sem acreditar, dei aquela risada, como diz minha mãe HORRÍVEL, e os gritinhos que só Dart sabe dá....hiiii!!hiii!!! Eu no PODIUM??? Só mesmo se Nossa Senhora ajudou. Pior é que havia mais 3 na minha faixa etária, a do 2º lugar havia ido embora, sendo assim Nice que recebeu e a do 3º lugar apareceu. Mas Dartily subiu, e salve salve a todos corredores!!!
O podium ficou o seguinte: 

Categoria : 18 ADULTA 25
1
185
DART CLEA RIOS ANDRADE ARAUJO    
F
25/09/1985
25
00:35:54
JC CORB
2
456
TAIS JUSTINE RIOS MARQUES
F
04/02/1983
27
00:45:39
TRIPLAFORMA
3
483
CAROLINE ROCHA MORAES MIRANDA
F
22/11/1982
28
00:48:42
CORPUS VITALLE


  Olha a minha alegria, parecia criança!! Caroline, ao lado, também iniciante nas corridas. Deve ter pensado, esta menina é doida é??kkkk...Doida por corrida!!

Venha cá moço me dá este troféu que eu te dou um beijo.


Quem era a mais feliz deste PODIUM??
  
Meu primeiro PODIUM e que venham mais. Tamanha alegria proporcionada por esta corrida rústica. E como se não bastasse ainda fui sorteada para correr a RUNFEST no próximo domingo, ou seja, ao invés de trabalhar no vestibular irei correr. Tem coisa melhor? Mas minha mãe não gostou não.... Deus é mais!!Hoje era meu dia mesmo. E olhe que eu já era "devota" (não fanática) de Nossa Senhora da Conceição,  desde pequenininha , tudo se justifica por uma emoção fortíssima que sentí aos 8 anos de idade,  quando ardendo em febre mesmo assim fui na novena da minha Escola Letícia Teixeira na Igreja da Nossa Senhora da Conceição em Jacobina, só eu entendo e senti. Mas nada de levantar falsos testemunhos envolvendo religião... perá lá voltando as corridas.

 Opa, já viu criança mais feliz!!!???
Meu namorado também subiu no podium em 3 lugar . Vejam:

Então que venha a RUNFEST:

Vamos cantando!! Pois esta corrida vai ser show, Dart vai estar lá. Risos... Acreditam, eu nem havia me inscrito, mas acho que de fato era para participar... Risos!!!

"Dia de sol, dia de show,
dia de som, dia de vida, 
dia pra ter o corpo em movimento eu no meu tempo, 
dia de corrida.  
Runfest pra chegar e sorri, pra suar e curtir, esta corrida é show!!!
Runfest pra chegar e sorrir, pra suar e curtir, esta corrida é show!"
Aguardem os relatos da Runfest neste domingo!!

______________________________________________________________________

Mensagem aos meus amigos e blogueiros:


Rapidinho gente, outra coisa que não posso esquecer. Estamos vivendo a época Natalina, de festas de fim de ano, e como todo ano eu  tento divulgar sobre as cartinhas do Papai Noel que ficam expostas nos Correios, para que as pessoas resgatem uma e faça alguém feliz. Seja pelo blog ou pelo orkut ou no boca boca , tento sempre comentar e  não posso deixar mais um ano se passar...sem novamente divulgar. Ano passado vocês precisavam ver as cartinhas, eu peguei uma tão linda de um menino de 8 anos.

Não esqueçam de que, apesar de você caro leitor do meu blog viver numa situação boa ou confortável, outras pessoas passam por situações ruins na vida, tristes. Então aproveitem claro que não só hoje, nem no período de Natal, mas sempre para ser solidário. Compartilhem a alegria, carinho e bens materiais, caso possa com outras pessoas, para aqueles que mais precisam. 

Faça deste Natal que já se aproxima um momento de alegria para aquele que não possui o sorriso que você tem. Pode ser através dos Correios resgatando uma cartinha, como diretamente ao necessitado, mas não esqueça de proporcionar este momento feliz.

Seja solidário neste Natal e sempre. Resgate um SORRISO!

quinta-feira, dezembro 02, 2010

Há um tempo atrás - viagem pela Europa...


Gente esta semana arrumando o meu armário encontrei um caderno que me serviu de espécie de diário de bordo enquanto participei de intercâmbio na Suécia (2008). Parece estranho vir falar disso agora, mas durante todo o período fiz relatos no blog e justamente quando saí para conhecer outros países, apesar de prometido neste espaço, que depois compartilharia das minhas experiências, após voltar não tive coragem e bateu preguiça para digitar tudo.

Hoje ao retomar o caderno em mãos, pensei: “Poxa não posso deixar que mais um ano se passe e os relatos deste caderno fiquem por aí perdido sem que ninguém leia”. Tomei coragem para digitar tudo e aproveito agora, antes tarde do que nunca para compartilhar, caso seja do interesse de vocês sintam se a vontade!

Espero que tenham paciência para ler, visto que jogarei todos os relatos juntos...

Na viagem que relato passei pelos seguintes lugares: Estocolmo, Copenhagen, Malmo (sul da Suécia), Paris, Londres . Caso alguém tenha interesse de saber os valores que paguei naquela época, pelas passagens, pode me escrever – e-mail ao lado do blog:

Vamos lá galera:

Em 26 de Maio de 2008 foi o início da minha viagem. Desde já quero dizer que a viagem foi feita sozinha, infelizmente não tive companhia, a não ser as que fui conhecendo ao longo do caminho. No início fiquei meio assustada assim que passei pelo portão de embarque pois não sei por qual motivo quase sempre o portão apitava quando eu passava, daí vinha um monte de policiais apalpando e nada a ser encontrado, afinal o que eu teria se não um monte de casacos.

Dentro do avião da Norwegian de Umeå para Estocolmo, minha primeira viagem completamente sozinha, além de fora do país, eu estava me sentindo livre e com asas, não de passarinho mas de avião por poder atingir diversos lugares.

Ao chegar em Estocolmo o meu voo para Copenhagen atrasou uma hora, e eu que pensava que isso só acontecia no Brasil. Mas claro lá eles avisam quando irá sair, ou seja não ficamos parecendo idiotas esperando que avisem algo. O atraso me rendeu uma “amiga” de passagem e mais alguns docinhos que acabei comprando. Para quem acompanhou o blog quando estive fora... Nada de bananas no aeroporto, muito cara no aeroporto, uma banana custava 6kr o equivalente a R$1,80 (naquela época).

Como já cheguei tarde em Copenhagen não pude pegar ônibus e então foi minha primeira vez de pegar um trem pela Europa. Nada muito complicado, pois todo lugar que passava eu fazia amizades e como sempre dizem “quem tem boca vai a Roma”. Fui assim até Malmö (sul da Suécia) onde seria hospedada por uma baiana que conheci no orkut e que estava também fazendo intercâmbio por lá – a Laís.

Eu e a Laís

O intuito era sair de Malmö no outro dia para passar o dia em Copenhagen. Tive uma ótima noite de sono e no outro dia acordei cedo para visitar Copenhagen. Peguei o trem e a princípio não sabia para que lado ir, mas no trem fiz amizade com duas meninas que vinham de Malmö fazer compras no shooping da cidade, imaginem de um país para o outro em tão poucos 20 minutos eu estaria na Dinamarca. Na cidade vi um ônibus deste de tour similar aos de Salvador, aberto em cima e que passava pelos pontos turísticos da cidade. Peguei um deles e realmente foi dinheiro jogado fora, a cidade era minúscula eu poderia ter percorrido sem necessitar dele, isso por que ando. Paguei 120 DKK por um dia de ônibus, mas de qualquer maneira fiquei feliz pois pude conhecer The Little Mermaid, o lugar onde fica a sereia que o pai do meu namorado tanto recomendou que fosse ver.

The Little Mermaid

Conheci o parque Tivoli, famosissímo, por sinal encontrei um colega que estava também na Suécia, imaginem que mundo pequeno viu sair de lá e encontrar um cara da universidade de Umea lá. Risos!! Conheci a Langeline, Stroget...muitos lugares , também fui ao shopping, com direito a compras também. 

Parque Tivoli
                                                                       Ruas de Copenhagen

O que não posso me esquecer de dizer é que quando eu estava para pegar o ônibus de tour, havia um casal embaixo decidindo se saía ou não, a moça dizia “Bem, este ônibus demora”. Eu perguntei de onde eram por causa do Português, me disseram ser de São Paulo e acabamos indo juntos no ônibus onde ao longo do dia compartilhamos de alguns pontos juntos. O dia em Copenhagen foi ótimo, com direito até a protesto, eu já não gosto da coisa hem...risos!! 


No fim da tarde havia um protesto no meio da rua em que professores reivindicavam preços salariais e novamente pensei, achava também que isso só ocorria em países subdesenvolvidos e eu lá estava com a placa ajudando os professores a reinvidicar. Risos!! Movimento organizado e colorido.

Confesso que esperava mais da cidade de Copenhagen, ainda acho estas cidades daqui, claro pequenas demais com relação as cidades do no nosso país. Mas já com relação a Malmö achei grande e mais desenvolvida comparando com Umeå, onde vivi durante o intercâmbio. 

Hoje dia 28 de Maio de 2008 – dei um passeio por Malmö e voltei a Copenhagen onde sigo viagem para Paris, ficando por lá por 5 noites. 





Castelo e Museu em Malmo

         Brincadeira em Malmo


Na ida para Paris, como sou que nem “peru de natal” e morro de véspera...fui para o aeroporto de Copenhagen muito cedo, desta forma fiquei no aeroporto esperando o voo durante o tempo. Neste tempo todo conheci um iraquiano que tirou muitas fotos minha e batemos papo “adoidado”.

Ainda com o avião descendo em Paris meu celular não parava de tocar e eu sem pensar acabei atendendo – não devemos. Era o brasileiro que havia me oferecido ajuda, através do orkut, para minha chegada até a cidade. Nossa!!! Se ele não aparece na estação garanto que até pelo menos 3 da manhã ainda não teria achado o albergue que eu ía ficar. Fiquei encantada com Paris, mas muito diferente de onde estava – Umeå, risos!! Afff!!! Quando cheguei em cidade “grande” e ouvi todo o barulho de trânsito de carros, depois de 3 meses sem estar acostumada com isso, pedi para voltar a Umeå, que saudades eu senti da calmaria.

Mas que nada!!! Estava alí realizando um sonho, que na verdade não cultivei. Um sonho que sei que Lucas teria aproveitado muito... Cada lugarzinho que eu ía, cada passo eu pensava no quanto ele estaria amando e por isso eu curtia por mim e por ele ao mesmo tempo. Eu estava em Paris, a cidade das luzes... Estava super cansada, ainda de Copenhagen, os pés estavam de bolhas, mas eu só tinha sede de conhecer mais.


1º Dia em Paris:

Acordei bem cedo e logo no café fiz amizades com alguns estudantes, mas sair para rua sozinha. Como eu estava hospedada no centro, optei por sair andando pela cidade, não quis pegar nenhum metrô. Andei a Bastille toda, fui até o Notre Dame … 


Entrei, mas não achei muito legal as fotos que tirei por lá, pois ficaram escuras demais. Neste lugar, os franceses sabem falar inglês, simplesmente se recusam, passei sufocos. Em Paris encontrei brasileiros por metro quadrado.

Do Notre Dame sai andando pelo jardim, ao redor do Rio Sena. Avistei um tal de Batobus e acabei por me aproximar para ver do que se tratava. Um boat que percorre o rio fazendo paradas nos principais pontos turísticos, A Tour Eiffel, o Museu d'Orsay, o St-Germain-des-Prés, o Notre Dame, Jardim des Plantes, Hôtel-de-Ville, Louvre e Champs Élysées. Comprei um ticket para 2 dias com direito ainda a desconto com minha carteirinha de estudante, saiu por 9€ , achei barato com relação aquele bus que peguei na Dinamarca, até o próprio ônibus para os mesmo passeios em Paris custam 24€. Para mim muito mais interessante ir de boat, que não era costume. O ticket me deu direito ao dia todo e ainda podia sair e depois voltar.

Eu entrei no Notre Dame, mas desci logo no Louvre, fui conhecer o famoso museu. E não é que a famosa Monalisa continuava sendo famosa. Afff!! Ninguém dava sossego a coitada da Monalisa. Todas as setas indicavam a mesma, e a corrida era para chegar até o famoso quadro. Novamente brasileiros por metro quadrado.

                                                                                             
O que achei da Monalisa? Olha para minha cara...
 
Passei umas 3 a 4 horas no Louvre, mas impossível ver tudo, eu na verdade fiquei “presa”. Por que tentava sair da pirâmide mas só pegava o caminho errado. Muito lindo, muito grande, muito tudo... Meus pés já gritavam pedindo socorro. Dart para por favor....risos!




Comi um pouco e não dei sossego aos pés, ainda pegue o bota e fui na Torre Eiffel, caramba!!!Andando naquele boat eu só pensava no quanto seria bom se Lucas estivesse alí. O passeio era bom, mas sozinha eu não podia compartilhar com ninguém. Me sentia sozinha, mas estava ao mesmo tempo amando. Dava vontade de toda hora ligar para o Brasil contando as novidades, como eu fazia quando estava na Suécia, pelo skype. Da Torre Eiffel passei pelo Champs Élysées mas não desci, fui direto o Notre Dame. Volta para casa ía pelo caminho certo.. inventei de entrar numa loja para ver roupas e simplesmente saí por outra porta. Resultado, fiquei pelo menos 1 hora perdida para voltar para Bastille. As ruas são muito parecidas e pelo que percebi até o franceses andam com GPS. Ao contrário do que as pessoas falam, encontrei muitos franceses educados, claro que também devo ressaltar que encontrei uns brutos. No mais tudo tranquilo, correndo bem e os pés agradecem, mortos...


2º Dia em Paris

Café reforçado, novamente pernas para que queria, e os passeios por enquanto seguiram a pé, fora o boat que havia comprado o ticket e ainda era válido neste segundo dia. Para chegar no boat passei de novo pelo Notre Dame, segui para o Rio Sena, fiz novas amizades. Desci no Champs-Èlisées caminhei pela Place De La Concorde (Praça da Concórdia), pelo Jardim des Tuileries, L'Arc de Tromphe Du Carrousel, Louvre (de novo) e peguei o boat. Fui a Torre Eiffel, alguns passeios foram repetidos mas prazerosos pois todos feitos de boat ou caminhadas, eu precisava aproveitar o último dia do boat. 
 

3º Dia em Paris

Tirei a tarde para passear pela Rue Lafayette, tive ousadia de entrar naquelas lojas... claro só para olhar e babar, por que até mesmo o vestido que gostei e estava na promoção com 40% de desconto custava 275€ naquela época. Na mesma rua também tinha C&A mas não quis entrar. Fuia na Zarah e um vestidinho lindo que gostei estava de 24,90€ mas seria mais um preto para meu guarda-roupa, o que me fez desistir da compra. 



 



Passei pela praça da Ópera e sempre me relacionando legal. Ainda me referindo aos franceses, tenho os visto como pessoas educadas, com exceções. Hoje ao pedir informações a uma senhora de como pegar ônibus e me mostrando meio perdida, a mesma acabou me dando um ticket que dava que servia para ônibus e metrô, no entanto na volta a catraca ficou não era liberada, não sei por que (talvez tivesse passado o tempo), eu ia ficar presa sem saída. Mas uma moça fez sinal para que eu passasse junto com ela na catraca. Imaginem!! A gente se entendendo, ela com o francês e eu no inglês baianês...risos! Pelo menos me compreendia.

Descobri no meu albergue 5 brasileiros mas que estavam voltando naquele dia. Na saída eu falei para eles que queria tanto ir com os mesmos, estava feliz, mas como diz os gringos faltava a alegria da nossa gente.

4º Dia em Paris

Pela manhã peguei uns 3 metrôs, mais ônibus para ir a Basílica do Sacre Ceur. Encontrei conterrâneos de Salvador por lá. Em seguida após passar pela Basílica, desci o morro sem muito saber onde estava e para onde ir. Mas meu intuito mesmo era conhecer a Pigalle ainda com um certo preconceito por ser uma rua de cabarés... mas fui na cara e coragem. “Pigalle é um bairro oficial de casas de strip-tease, prostituição, não sei se chamam assim, e de perversão para todos os gostos” é o que diz no Guia criativo para o viajante independente na Europa de Zizo.

                      Sacre Ceur                                                            Moulin Rouge

                                                                  Concórdia

Fui até o Moulin Rouge, claro que somente por fora, por que até um show de cabaré é super caro. O Moulin Rouge é o mais famoso cabaré de Paris, fundado em 1889.

Continuei minha caminhada sem rumo … andei até cansar e voltei ao albergue. Mais tarde decidi novamente ir a Torre Eiffel, meio que me despedir, visto que no outro dia eu viajaria. Espero voltar a esta cidade, da próxima vez acompanhada.





Dia 02 de Junho de 2008, mais uma vez chego cedo demais ao aeroporto, desta vez a viagem era para Londres. Muito tempo esperando e acabei conhecendo um casal de brasileiros, eles estavam tendo problemas com excesso de bagagem, mas não compreendiam o que o atendente falava. Sendo assim eu perguntei se queriam ajuda e traduzi o que o cara dizia. Ficamos juntos para fazer o check in. Na hora da apresentação dos passaportes para fiscalização, uma polícia mostrou meu passaporte para o outro policial, eu comentei com o casal “Poxa devem estar rindo do meu nome”, mas o outro policial em português disse não se preocupe, não é nada demais. Eu até aproveitei da situação e pedi o carimbo de saída do país em meu passaporte.

Lá dentro conhecemos mais 3 brasileiros e na fila seguinte em Londres todos congelando com medo da imigração. Quando chegou perto da nossa vez, a polícia mandou um casal sentar, era deportação com certeza. E enfim chegou a minha vez, apresentei todos os documentos, ainda com direito da policial me dizer que eu era muito organizada, perguntou-me quais pontos eu queria conhecer e perguntas básicas. Só no ônibus me dei conta que a policial ao envés de me dar o carimbo de 3 meses em Londres, como é o normal para turista, a mesma me deu carimbo de estudante para 6 meses.

Londres estava em água, já era tarde e não parava de chover. Eu não conseguia encontrar o hostel que ficaria. Comecei a ficar preocupada, debaixo de chuva, na escuridão por que em Londres 21h já tá escuro, diferente da Suécia naquele período. Pedi informações a várias pessoas, perguntei a dois rapazes americanos e eles também disseram não saber. Eu já tava toda molhada e os olhos em lágrimas, continuei a caminhar. Os dois rapazes parece que ficaram com pena e e seguiram para tentar ajudar. Rodamos tudo, até encontrar.... debaixo de chuva.

No hostel novamente apresento o passaporte e o rapaz faz o mesmo que o policial, mostra para o outro recepcionista. Desta vez fico calada, só comentei a dificuldade que foi encontrar o hostel e e o outro moço da recepção com meu passaporte responde em português “Difícil encontrar por que?”, mais um brasileiro. Eu já sensibilizada por não encontrar o hostel me senti bem recepcionada naquele momento só por ouvir o português. Me despedi agradecendo os meninos que me ajudaram a chegar ao hostel, e subi para dormir.

Em Londres:

Os dias em Londres foram chuvosos e cinzentos, a cidade não parava de chover. Por isso fiz um passeio novamente naqueles ônibus de tour. Conheci os principais pontos da cidade, no entanto passei apenas 2 noites em Londres, visto que a libra era muito cara. Bobagem minha, dava para ter ficado mais, mas como fiz compra de passagens e paguei os lugares em que me hospedei antecipado fiquei com receio de acrescentar mais dias.





Meu maior arrependimento destas viagens foi não ter ido a Itália...um dia irei lá.

De Londres voltei para Estocolmo e Umea e depois de alguns dias voltei para o Brasil. Mas antes passei um tempo em Estocolmo e em Portugal tive a oportunidade de conhecer a festa do padroeiro de Portugal, Santo Antônio. Varei a noite na rua na festa que foi realizada, chegue de manhã no hotel pegando mala e seguindo para Salvador. Foi uma ótima experiência , achei linda a cultura portuguesa, apesar ter tido pouco tempo para conhecer. Mas pelo menos no quesito Fado me encantei. Muito bom!!!

Na volta em Portugal:

 Paquerando Fernando Pessoa (não pode vir a Portugal e não passar por aqui)






Festa em Portugal (maravilhosa, parecia um carnaval)







E para aqueles que passaram a frequentar o blog agora, como meu amigo Miguel e os estão postando comentários de que gostaram da postagem, bem como me enviando e-mails,  seguem mais algumas fotos, mas caso queiram saber os casos destes outros lugares bastam retornar as postagens do blog no período  a partir de março de 2008. Confiram as minhas experiências, por que não só de museu se vive...risos!! O tempo passou  e a luta agora é outra.
 Estocolmo - Suécia
                                                                                                            Umea - Suécia
                     Umea - Suécia

 
                                                                           
  Lapland - Suécia