quarta-feira, maio 23, 2007



A escuridão e o ruído da incerteza me apavoram
A esperança daquela certeza que antes houvera, se desfaz na tua presença
O meu suor que um dia destilou esse veneno
Hoje destila o sangue da minha alma
Minha presença se desfaz quando estás em paz
A alma não mais se satisfaz
Não aceito mais,
E apesar do choro, não suporto
Apesar da tua dor,
Minha dor é maior,
Por que tu, tu é vinho sem cor
Tu é dor
Me fazes menor
Tu não acreditas em mim
Mesmo que eu busque o tesouro
Jamais serei alguém para ti
Minha alma chora,
Minha alma geme,
Esse veneno destroí a minha vida
Esse veneno destroí o meu amar
Destroí minha forma de viver
Destroí o meu pensar
Meu raciocínio entra em devaneio
E muito pouco posso devir
Me deixa ser livre, me deixa voar
Por que sem ti, sou mais feliz

14/03/07 Dart Araújo


Imagem retirada do blog de Manga: http://www.teleblogger.blogger.com.br/2006_05_01_archive.html

Nenhum comentário: