segunda-feira, março 05, 2007



Hoje na aula de Educação e Tecnologias, assistimos dois vídeos sobre pós-modernidade, multiculturalismo e globalização, que podem ser encontrados no site do youtube. Logo em seguida levantamos pontos caracteristicos da contemporaneidade e discutimos sobre o texto BONILLA, Maria Helena Silveira . A práxis pedagógica presente e futura e os conceitos de verdade e realidade frente às crises do conhecimento científico no século XX. In: Nelson De Luca Pretto. (Org.). Tecnologia e novas educações. 1 ed. Salvador: EDUFBA, 2005, v. 1, p. 70-81, e sobre os vídeos. A conectividade é uma marca da contemporaneidade, tudo esta conectado, seja o telefone, o supermercado, o hospital. Antes a gente precisava sair de casa para trabalhar, hj ja não precisamos nos deslocar para o trabalho, podemos trazé-lo para casa e não sair. Não temos mais espaço para isso e para aquilo - complexidade, tudo acontece ao mesmo tempo. O momento atual nos leva a criar novos referenciais. Porém percebemos que a escola não mudou, apesar de todo avanço, as escolas possuem determinado horário para fechar, e não dá mais conta dessa contemporaneidade. A escola precisa extravasar. Novos referenciais precisam ser criados, já que os antigos não dão mais conta. Na cultura, os modelos de identidade que se diziam ser ideais ( homem europeu, branco, masculino, capitalista, possuidor de conhecimento científico) deixaram de ser parâmetros. Após a Segunda Guerra Mundial, percebe-se que esse não é apenas o único modelo, mas sim que existe vários outros e que existe um outro eu; uma não é melhor que a outra. Diferença cultural é diferente de desigualdade cultural. Começam a surgir movimentos, sejam eles de homossexuais, negros, heteros... Hoje tudo é aceito e não se pode desvalorizar o outro por ser diferente. O ciclo de transformação ficou muito lento. Precisamos estar em transformação constante. As culturas estão se interfaceando. Para crescer, para se fortalecer é preciso estar em contato com o diferente, e a escola ainda não faz isso. Até os brinquedos não contemplam a diversidade. Não se discute programação de Tv na escola... acham que isso é função da família, esquece-se todo o contexto que a criança vive. Fomos formados para saber se é certo ou errado, se é bom ou ruim. A idéia da diversidade vai nos mostrar que existe diferenças, eu posso não aceitar uma tatuagem no meu corpo, mas não posso abominar um jovem que usa. A cultura é a diversidade, e reconhecida. Mesmo na contemporaneidade, ainda impera o individualismo, que vem do capitalismo a que estamos inseridos. Temos um modelo socieconômico que diz que se vc é um excluído social a culpa é sua, se é pobre a culpa tb é sua que não faz nada... que é preguiçoso. A idéia de comunidade e colaboração surge para fazer frente ao individualismo. Não é sozinho que resolvemos os problemas, é junto que conseguimos a solução, que vêm da conectividade. Articulando e interagindo. Pq o pós-moderno não existe? Simplesmente, por que, apesar de pensramos que estamos vivendo o pós-modernismo, ainda continuamos agindo como modernistas. São os mesmos problemas. A modernidade não se esgotou pq ainda vivemos como modernos.

Vídeos:

Pós- modernidade http://www.youtube.com/watch?v=MatAT-Hd2Ko&mode=related&search=

Multiculturalismo
http://www.youtube.com/watch?v=cXlLvu1zopE


Um comentário:

Sule disse...

Sabia que meu dia iria chegar!!Viu falou tanto de mim!!!Brincadeiras a parte...Tá otimo sua sintese da aula, eh assim mesmo que tem que ser... Pelo menos vc jah vai exercitando para quando for construir o artigo...
bjos
Sucesso sempre